quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Tradução: Strange Little Girls [PARTE 2]


Time (Tempo¹)

O dinheiro bem aplicado está em Harlow,
E a lua, sobre a rua
E os garotos das sombras estão burlando todas as leis
Você é o leste de East St. Louis
E o vento está fazendo discursos,
Enquanto a chuva soa como uma salva de palmas
E Napoleão está lamentando, no Salão de Carnaval
Sua noiva invisível jaz no espelho
A banda volta para casa,
E chovem machados, chovem pregos...
E é verdade, não existe nada deixado para ele aqui

E é tempo... Tempo... Tempo
E é tempo... Tempo... Tempo
E é tempo... Tempo... Tempo
O que você ama
E é tempo... Tempo... Tempo

Bem, todos eles fingem ser Órfãos,
E suas memórias são como trens
Você as vê ficando menores à medida que se afastam
E as coisas das quais você não lembra
Dizem às coisas que você não esquece
Que a História põe um santo em cada sonho
Bem, ela disse que se aproximaria,
Até as ataduras terem escapado
Mas esses filhinhos de mamãe só não sabem a hora de parar
Matilda pergunta aos marinheiros se são sonhos
Ou orações
Então feche os olhos, filho
A dor não será pouca

E é tempo... Tempo... Tempo
E é tempo... Tempo... Tempo
E é tempo... Tempo... Tempo
O que você ama
E é tempo... Tempo... Tempo

Ok, as coisas andam bem piolhentas para uma garota de calendário
Os garotos saem dos carros e se espalham pelas ruas
E quando eles estão com sorte,
Ela retira uma navalha de sua bota
E uns mil pombos caem, a seus pés
Então ponha uma vela na janela,
E um beijo sobre os lábios dele,
Enquanto o prato do lado de fora se enche de chuva
E somente como um estranho, com as vinhas em seu coração,
Despeça o violinista até que eu volte, outra vez

E é tempo... Tempo... Tempo
E é tempo... Tempo... Tempo
E é tempo... Tempo... Tempo
O que você ama
E é tempo... Tempo... Tempo

E é tempo... Tempo... Tempo
E é tempo... Tempo... Tempo
E é tempo... Tempo... Tempo
O que você ama
E é tempo... Tempo... Tempo

¹ Enquanto discutíamos a tradução de Time, ficamos com uma dúvida primordial: se o “time” da canção é “tempo” mesmo, ou diz respeito a “momento”, “a hora (da morte - contextualizando)”. Considerando esta última opção, teríamos o refrão como: “E é a hora... A hora... A hora que você ama/ E é a hora... A hora... A hora”. (Obrigado à Justine - @TinnyLinda - pela sua contribuição).


Heart Of Gold (Coração De Ouro)

Eu quero viver... Eu quero me entregar...
Eu quero viver... Eu quero me entregar...

Tenho agido como um mineiro,
Por um coração de ouro
São as expressões que nunca dou
Que me mantém procurando por um coração de ouro
Que me mantém procurando por um coração de ouro!

E estou envelhecendo...

Eu fui a Hollywood
Eu fui a Redwood¹
Atravessei um oceano por um coração de ouro
Estive em minha mente,
É uma linha tão tênue
Que me mantém procurando por um coração de ouro
Que me mantém procurando por um coração de ouro!
Que me mantém procurando por um coração de ouro, eu disse

Eu fui a Hollywood
Eu fui a Redwood
Atravessei um oceano por um coração de ouro
Estive em minha mente,
É uma linha tão tênue
Que me mantém procurando por um coração de ouro
Que me mantém procurando por um coração de ouro!
Que me mantém procurando por um coração de ouro...

E estou envelhecendo...
Eu disse, estou envelhecendo!
Eu disse, envelhencendo...
Eu disse, estou...

Mantém-me procurando...
O que me mantém procurando por um coração de ouro
O que me mantém procurando por um coração de ouro!
O que me mantém procurando por um coração de ouro!
O que me mantém procurando por um coração de ouro...

¹ Redwood é um Parque Natural dos EUA - Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Parque_Nacional_de_Redwood


I Don't Like Mondays (Eu Não Gosto de Segundas-Feiras)

O chip de silicone dentro da cabeça dela
Acaba entrando em sobrecarga
E ninguém vai à Escola hoje,
Ela fará todos ficarem em casa
E Papai não entende isso,
Ele sempre disse que ela era boa como ouro...
E ele não consegue ver razões,
Por não haver razões
Quais razões você precisa para ser exposto?

Diga-me por que
Eu não gosto de segundas-feiras
Diga-me por que
Eu não gosto de segundas-feiras
Não gosto, não gosto...
Eu não gosto de segundas-feiras
Diga-me por que
Eu não gosto de segundas-feiras
Eu quero matar
Tudo deste dia...
Atirar nisso tudo...

Todas as brincadeiras pararam no playground, agora
Ela quer brincar com seus brinquedos, por uns instantes
A escola fecha mais cedo, e logo aprenderemos
Que a lição hoje é sobre como morrer
O megafone, então, soa estridente
E o capitão luta contra os problemas,
Contra os como’s e porquê’s
E ele não consegue ver razões,
Por não haver razões
Qual razão você precisa para morrer?
Morrer, oh...

Diga-me por que
Eu não gosto de segundas-feiras
Diga-me por que
Eu não gosto de segundas-feiras
Não gosto, não gosto...
Eu não gosto de segundas-feiras
Diga-me por que
Eu não gosto de segundas-feiras
Diga-me por que
Eu não gosto de segundas-feiras
Não gosto, não gosto...
Eu não gosto de segundas-feiras
ooh, mmm
Não gosto de segundas-feiras...
Não...
Eu quero matar
Tudo deste dia...
Tudo deste dia
Tudo deste dia
Tudo deste dia...
Tudo,
Deste dia


Happiness Is a Warm Gun (A Felicidade É uma Arma Quente)

Repórter: “John Lennon foi alvo de um atentado, aqui, na entrada do Edifício Dakota. Lennon foi acertado por quatro tiros de uma pistola calibre 38, nisso que parece ser um assassinato completamente sem sentido”.

Edison Amos: “A segunda emenda dá às pessoas o direito de manter e portar armas. O que acontece hoje na América é uma disputa. Devemos lutar assiduamente para manter a segunda emenda em seu lugar, pelo indivíduo com responsabilidade - deixe-me dizer outra vez - responsabilidade e limites, dentre aqueles que são privilegiados por serem parte de todas as 27 emendas da Constituição dos Estados Unidos, mais a Declaração de Independência”.

George W. Bush: “Eu acredito que, uh, pessoas que vão cometer crimes não deveriam portar armas”.

George Bush: “Acho que minha reação é a mesma de qualquer pai ou avô. Meu coração está com as pessoas, as vítimas. Pelo fato de não entender como crianças podem estar numa garagem preparando bombas e, ah, suas famílias não terem qualquer ciência disso, esta cultura continua... Estou tão aflito sobre isso quanto qualquer outra pessoa, e não tenho quaisquer respostas”.

A felicidade é uma arma quente
A felicidade é uma arma quente, mama!
A felicidade é uma arma quente, mama...

Madre Superiora, queime a largada¹
Madre Superiora, queime a largada...
Madre Superiora, queime a largada!
Madre Superiora, queime a largada...
A arma, arma, gunt...

Madre Superiora, queime a largada, eu disse
Madre Superiora, queime a largada
Eu disse, eu vou...
Madre Superiora, queime a largada
Madre Superiora, queime a largada, arma...
Eu disse, ah...
Madre Superiora, queime a largada
Eu disse,
Madre Superiora, queime a largada
Queime a largada...

Ela não é uma garota do tipo que sente falta...

Edison Amos: “Há ainda os 10 ‘Bill of Rights’². Cada um deles dá ao povo um Direito Especial”.

Ela não é uma garota do tipo que sente falta...

Edison Amos: “O segundo é o direito a portar armas”.

Ela é bastante íntima do toque...
Ela é bastante íntima do toque da mão aveludada³...

Eu, eu estou mal...
Mantenha-me curvado...
Preciso de um conserto, eu sou...
Eu disse, preciso de um conserto porque sou...
Eu preciso, ah...
Preciso, eu preciso... Eu preciso...
Preciso
Preciso...
Preciso, eu...
Preciso, eu...
Não, não, eu...
Preciso, eu preciso, na na, eu...
Preciso, eu na na preciso, ah mama, eu...
Preciso, e eu, na na na, preciso
Eu na na preciso,
Eu preciso, preciso...
Eu preciso, preciso...
Porque...

A felicidade é uma arma quente
A felicidade é uma arma quente, mama!
A felicidade é uma quente...

Arma?!

Mama!
Eu preciso...
Eu preciso de um...
Eu preciso...

Ela não é uma garota do tipo que sente falta...
Ela não é uma garota do tipo que sente falta
Madre Superiora, queime (a largada)!

Preciso de um conserto, pois estou caindo...
Preciso de um conserto, pois estou caindo...
Preciso de um conserto, pois estou caindo...
Preciso de um conserto...
Eu, mama...
Preciso de um conserto, pois estou caindo...
Indo a pedaços, que deixei na cidade alta
Até os pedaços, deixados por mim na cidade alta...
Até os pedaços, deixados na cidade alta
Preciso de um conserto, pois estou caindo...
Preciso, preciso...
Eu preciso

Madre Superiora, queime a largada...
Madre Superiora, queime a largada
Mama!

A felicidade
É
Felicidade...
Mama!
Mama...
Ah, mama...

¹ “Jump the gun” (literal, “Pule a pistola”): Expressão idiomática que significa “queimar a largada”. (Fonte: http://www.teclasap.com.br/blog/2008/12/08/expressoes-idiomaticas-queimar-a-largada/)
² “Bill of Rights” é uma denominação dada às 10 primeiras emendas da Constituição dos Estados Unidos. (Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/United_States_Bill_of_Rights)
³ “Touch of the velvet hand” deve indicar “suavidade”, uma vez que dizer que “one touches everything with a velvet glove” significa que “fulano faz tudo suavemente” (Fonte: http://answers.yahoo.com/question/index?qid=20090320094303AA0hWmE)


Raining Blood (Chovendo Sangue)

Preso ao purgatório,
Um objeto sem vida...
Vivo
Esperando por retaliação
Ah, Morte...
Eu disse... Ela disse...
A Morte será deles
A aquisição

O céu está ficando vermelho
O Retorno ao Poder se aproxima...
Recai sobre de mim
Dentro... Recai sobre de mim
As lágrimas escarlates do céu
Abolem as leis...
Abolem as leis
Feitas de pedra

Trazidas das profundezas,
Almas de meu passado pérfido
Traído por tantas, agora
Ornamentos pingando de cima...
Aguardando pela hora de retaliação
Seu tempo passa...

Chovendo Sangue...
Chovendo Sangue
De um céu lacerado,
Sangrando seu horror...
Criando minha estrutura

Agora
Devo
Eu
Reinar
Em
Sangue


Real Men (Homens De Verdade)

Tente se lembrar - não sei bem quando -
Da época em que sempre pareceu
Ser somente nós e eles:
As garotas que vestiam rosa
Os garotos que vestiam azul
E os garotos que sempre se tornavam homens melhores que eu e você.

O que é ser homem hoje em dia? O que significa ser um homem?
É ser durão ou é ser bruto?
É ser culto e limpo?
Agora está tudo mudado - E vai mudar mais
Achamos que está melhorando,
Mas ninguém tem certeza disso.

E ficamos nesse vai-e-vem
Mas de vez em quando nos perguntamos quem são os homens de verdade.

Veja aqueles garotos simpáticos - dançando aos pares -
Brincos de ouro, pele bronzeada
Topete* nos cabelos
Com certeza são todos direitosº - retos como uma fila
Todos eles são machos
Veja como as jaquetas de couro deles brilham

Você não quer parecer estúpido - nem quer ofender
Então não me chame de bicha,
A não ser que você seja um amigo.
Então se você for alto, bonito e forte
Você pode vestir o uniforme, enquanto finjo cooperar

E ficamos nesse vai-e-vem
Mas de vez em quando nos perguntamos quem são os homens de verdade.

É hora de ficar assustado - é hora de mudar o plano
Não sei como tratar uma dama,
Não sei como ser um homem
É hora de admitir o que você chama de “derrota”
Pois agora tem mulheres te deixando para trás
E você só fazendo corpo mole
O homem produz armas – o homem vai à guerra
O homem pode matar, o homem pode beber
E o homem pode pegar uma prostituta
Mate todos de preto – Mate todos de vermelho
Se houver uma guerra entre os sexos
Logo não sobrará ninguém

E ficamos nesse vai-e-vem
Mas de vez em quando nos perguntamos quem são os homens de verdade.
E ficamos nesse vai-e-vem
Mas de vez em quando nos perguntamos quem são os homens de verdade.

* “Blow wave” na verdade é o termo dado à “escova capilar”, secar os cabelos com uma escova para deixá-los lisos. Como achei estranha a tradução “De escova nos cabelos” (kkk), preferi pôr “Topete”, que coaduna com a referência ao couro – de casaco – brilhante (#GreaseFeelings).
º A palavra “Straight” serve como uma gíria para “heterossexuais”. Como esse verbete significa também “direito”, “reto”, “justo”, parece-me que o autor da letra (Joe Jackson) ironizou o termo, indicando que os tais garotos são pessoas de boa índole, ou simplesmente que estão certos, por viverem sua orientação sexual com liberdade.


E estas são as traduções do SLG! Espero que tenham gostado, e qualquer comentário, vocês já sabem, é bem vindo. Até!

Hernando Neto

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Novas canções para a apresentação com a Metropole Orchestra?


Em bom português: "Gravando com Tori as novas canções especialmente escritas para o show com a Metropole Orchestra".
Será *-*?

Para mais informações, é só seguir o twitter da MetropoleOrkest.

domingo, 26 de setembro de 2010

Tradução: Strange Little Girls [PARTE 1]

New Age (Nova Era)

Esperando pelo telefone tocar
Colar de diamantes em meu ombro
Esperando pelo telefone tocar...
Batom, no pescoço e ombro...
Parece ser meu fetiche fazer isso com
Frank e Nancy¹, sim...

Atravessamos a ponte,
Em busca de amor
Atravessamos a ponte,
Em busca de amor
E eu volto correndo para você, baby, se você me quiser!
Eu volto correndo para você agora, se você me quiser...

Olhando para minhas mãos, hoje
Olhe para mim, elas são feitas de marfim
Recebi uma ligação até engraçada, hoje...
Alguém morreu enquanto outro alguém havia casado
E você sabe que é meu fetiche fazer isso com
Frank e Nancy, sim...

Atravessamos a ponte,
Em busca de amor
Atravessamos a ponte,
Em busca de amor
E eu volto correndo para você agora, se você me quiser!
Volto correndo, se você me quiser...
E eu volto correndo para você agora, se você me quiser!
Volto correndo, se você me quiser!

E algo tem de me segurar!
É o começo da Nova Era...
Oh, Oh, Oh... Bem, é...
É o começo da Nova Era!
Você pode repetir isso, também, para si?²
Sim, é o começo da Nova Era!
Oh, sua pervertida, lil' fucks!
É o começo da Nova Era...

¹ “Frank e Nancy” deve ser uma referência à dupla Frank e Nancy Sinatra. Só não sei se “Nancy” diz respeito à mãe (primeira esposa dele) ou a filha.

² Este verso está escrito no hereinmyhead.com como “Can’t you save time for yourself?”, algo como “Você não pode guardar tempo para si?”.

'97 Bonnie & Clyde¹

Nota: esta música descreve o relato de um pai levando sua filha para “desovar” o corpo da própria mãe, depois de matá-la numa discussão. Tori decidiu fazer este cover como uma forma de dar voz à mãe morta, afrontando assim a postura violenta e misógina do rapper Eminem.

Baby, seu papai lhe ama.
E eu sempre estarei aqui por você, não importa o que acontecer.
Você é tudo o que tenho no mundo,
E nunca desistiria de você por nada
Ninguém neste mundo será capaz de nos afastar...
Eu amo você.

Vamos lá, levante, nós vamos à praia
Pegue alguns de seus brinquedos,
E deixe papai lhe pôr o cinto de segurança, no banco de trás
Onde mamãe está? Dando um cochilo no porta-malas...
Oh, cheira mal, papai deve ter atropelado um gambá...
Bem, eu sei o que você deve estar pensando –
É meio tarde para irmos nadar
Mas você sabe, sua mãe, ela é o tipo de mulher
Que faz loucuras, e se ela não tomar jeito,
Receberá um puxão de orelha...
Não brinque com a faca de brinquedo do papai, querida, largue isso.
E não fique com essa cara de assustada,
Por que você está agindo com timidez?
Você não quer ajudar o papai a construir um castelo de areia?
E mamãe disse que quer mostrar até onde ela consegue flutuar
Não ligue para essas feridinhas na garganta dela...
É só um arranhão - Não dói, ela estava jantando
Enquanto você varria, e um pouco de ketchup espirrou na blusa dela.
Mamãe está suja, não é? Vamos deixar que ela se lave na água...
Eu e você podemos brincar sozinhos, não podemos?

Só nós dois...
Só nós dois...
Só você e eu
Só nós dois...

Veja, querida... Existe um lugar chamado “céu” e outro chamado “inferno”
Tem um lugar chamado “prisão” e outro chamado “cadeia”
E papai provavelmente está a caminho de todos eles, menos um.
Porque mamãe tem um novo marido e um enteado
E você não quer um irmão, quer?
Talvez, quando você esteja grande o bastante para entender um pouco melhor,
Eu lhe explicarei
Mas agora, digamos que a mamãe era muito, muito má
E como ela estava sendo rude com o papai, fez ele ficar muito, muito louco...
Mas eu ainda me sinto triste por tê-la dado descanso
Volte para sua cadeira, querida, pare de tentar sair...
Já lhe disse que está tudo bem, neném, você quer nanar?
Ter uma soneca? “Nan-a-boo, goo-goo ga-ga”?
Ela fazia “goo-goo ca-ca”? Papai mudou o seu dia...
Limpe a bebê e então ela poderá ter uma sonequinha
Seu papai acordará a mamãe assim que nós chegarmos à água
Bonnie e Clyde, versão 97, somos eu e minha filha.
Eu e minha filha...
Eu e minha filha

Só nós dois...
Só nós dois
Só eu e você
Só nós dois

Acorde cabecinha de vento, nós chegamos...
Antes de brincarmos, levaremos mamãe para um calado passeio pelo píer
Neném, não chore... Não me entenda mal
Mamãe está muito cansada para ouvir você gritando ao ouvido dela
É por isso que você não consegue acordá-la, mas não se preocupe
Papai preparou uma cama confortável para mamãe,
No fundo do lago...
Aqui, quer ajudar o papai a amarrar a corda nessa pedra?
Nós prenderemos também nos pezinhos dela,
E aí rolaremos a pedra para fora das docas
Tudo pronto... Lá vamos nós, no três...
Um... Dois... Três... ÊÊÊÊÊ!
Lá se vai a mamãe, entrando na água...
Não haverá mais brigas com papai, nem proibições...
Não haverá mais papai postiço nem enteado
Mande seus beijos, tchau, tchau...
Diga à mamãe que a ama
Agora vamos brincar na praia, construir um castelo de areia e entulhos...
Mas primeiro, ajude o papai a tirar mais duas coisinhas do porta-malas...

Só nós dois...

¹ Famosa dupla de fora-da-lei dos Estados Unidos da década de 30 (http://en.wikipedia.org/wiki/Bonnie_and_Clyde).

Strange Little Girl (Garotinha Estranha)

Um dia você percebe que uma garotinha estranha lhe observa...
Um dia você percebe que uma garotinha estranha anda tristonha
Ela gostaria de fugir para a cidade,
Deixando para trás seu lar e uma feira de tradições¹...
Mas tome cuidado quando chegar lá,
Garotinha estranha...

Ela não aprendeu a viver numa cidade tão rude
Não demorou muito até ela entender que já havia chegado ao limite
Voltando para casa, em seu mundo limitado...
Ela sobreviveu, mas se sente velha
Pois tudo o que encontrou no caminho era frio...

Garotinha estranha,
Para onde você está indo?
Garotinha estranha,
Para onde você está indo?
Garotinha estranha,
Você já devia,
Já devia ter ido
Eu sei que você devia...
Eu sei que você devia...
Eu sei que você já devia...

Um dia você percebe que uma garotinha estranha lhe observa...
Um dia você percebe que uma garotinha estranha anda tristonha
Ela sobreviveu, mas se sente velha
Pois tudo o que encontrou no caminho era frio...

Garotinha estranha,
Para onde você está indo?
Garotinha estranha,
Para onde você está indo?
Garotinha estranha,
Você já devia,
Já devia ter ido
Eu sei que você devia...
Eu sei que você devia...
Eu sei que você já devia...
Você já devia ter ido

¹ “Country Fair” parece ter relação com “County Fair”, um tipo de evento comum nos EUA, em que comunidades abrem suas tradições para que visitantes possam melhor conhecê-las. Acho que uma boa ilustração são aqueles parques de diversão de filmes da sessão da tarde, coisa bem anos 80 mesmo.

Enjoy the Silence (Aproveite o Silêncio)

Palavras como violência
Quebram o silêncio
Chegam colidindo,
Contra meu pequeno mundo
Enchendo-me de dor,
Perfurando-me...
Você não consegue entender,
Oh, minha garotinha...
(Que)
Tudo o que sempre quis,
Tudo o que sempre precisei,
Está aqui, em meus braços?
Tudo o que sempre quis
Tudo o que sempre precisei
Está aqui, em meus braços

Promessas são proferidas
Para serem partidas
Sentimentos são intensos
Palavras, triviais
Os prazeres perduram
Assim como a dor...
Palavras são sem significado,
E impossíveis de esquecer

Tudo o que sempre quis
Tudo o que sempre precisei
Está aqui, em meus braços
Tudo o que sempre quis
Tudo o que sempre precisei
Está aqui, em meus braços...
Tudo o que sempre quis
Tudo o que sempre precisei
Está aqui,
Em meus braços!

Palavras são tão desnecessárias
Elas só conseguem fazer mal...
(Machucar)
Fazer mal

I'm Not in Love (Não Estou Apaixonada)

Não estou apaixonada, disso não vá esquecer
É só uma fase idiota pela qual estou passando
E só porque eu ligo para você,
Não me interprete mal, não fique se gabando
Não estou apaixonada. Não, não. É por quê...

Eu disse,
Eu gostaria de lhe ver, porém, mais uma vez,
Isso não significa que você tem grande valor para mim
Então se eu lhe ligar, não misture as coisas
Não conte a seus amigos sobre nós dois
Não estou apaixonada. Não, não. É por quê...

Mantenho sua foto sobre a parede,
Por ela esconder uma mancha nojenta de lá
Ela esconde uma mancha nojenta permanecendo onde está.
Mantenho sua foto sobre a parede,
Por ela esconder uma mancha nojenta de lá
Ela esconde uma mancha nojenta permanecendo onde está.
Então não me peça para devolvê-la
Eu sei que você sabe, ela não é de grande valor para mim.
Não estou apaixonada. Não, não. É por quê...

Então, você esperará muito tempo por mim
Você esperará muito tempo...
Ooh, você esperará muito tempo por mim
Você esperará muito tempo...

Não estou apaixonada, disso não vá esquecer
É só uma fase idiota pela qual estou passando
E só porque eu ligo para você,
Não me interprete mal, não fique se gabando
Não estou apaixonada... Não estou apaixonada...

Rattlesnakes (Cascavéis)

Jodie usa um chapéu, mesmo não chovendo há seis dias
Ela disse que uma garota precisa de uma arma em dias assim,
Ei, devido a essas cascavéis...
Por causa dessas cascavéis

Ela parece com Eve Marie Saint¹, em “Sindicato de Ladrões¹”
E lê Simone de Beauvoir, em sua circunstância americana

Ela não está tão certa se seu coração veio para ficar em San Jose
E sua criança que nunca nasceu a está assombrando,
Enquanto ela acelera na freeway...
Tenta sua sorte com a Polícia Rodoviária,
Mais por tédio que por despeito
Ela nunca se vê livre de problemas,
E mesmo tentando duro,
É distraída, involuntariamente...

Ela parece com Eve Marie Saint, em “Sindicato de Ladrões”
E diz que tudo o que precisa é de uma terapia...
Tudo o que você precisa... Amor é o que você precisa...

Jodie nunca dorme por sempre haver agulhas no feno
Ela disse que uma garota precisa de uma arma em dias assim,
Ei, devido a essas cascavéis...
Por causa dessas cascavéis

Ela parece com Eve Marie Saint, em “Sindicato de Ladrões”
E lê Simone de Beauvoir, em sua circunstância americana
Seu coração é como um calçamento de pedras,
De cabeça para baixo e de trás para frente
Ela diz,
“É tão difícil amar quando o amor foi sua maior decepção”

Ooh,
Por causa dessas cascavéis...
Ela diz que uma garota precisa de uma arma em dias assim, ei...
Uma garota precisa de uma arma por esses dias
Devido a essas cascavéis...
Por causa dessas
Cascavéis

¹ Eve Marie Saint (http://pt.wikipedia.org/wiki/Eva_Marie_Saint) é um atriz estadunidense que contracenou com Marlon Brando no filme citado, “On The Waterfront” (Traduzido como “Sindicato de Ladrões” por ser este seu nome no Brasil) – (http://pt.wikipedia.org/wiki/On_the_Waterfront).

Nota 1: Parte dos créditos por esta tradução é dada ao site Letras Terra (só me toquei de vê-lo depois de terminar esta versão) - (http://letras.terra.com.br/lloyd-cole/483242/traducao.html).

Nota 2: Certa vez, fiz uma tradução de Rattlesnakes na comunidade do Orkut, Tori Amos Brasil, a qual foi potencialmente melhorada pelas dicas do pessoal de lá, como o Pedro Neto. Créditos a eles também.

Por Hernando Neto.

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Tradução: Strange Little Girls (Cover Girls)

Depois de dar a luz à Tash, Tori ainda precisava lançar pela Atlantic mais um álbum de canções inéditas. Como não queria mais dar suas song girls à gravadora com a qual já tinha tanto brigado, descobriu por causa de um sonho de sua mãe que poderia lançar material inédito, mas não necessariamente autoral. A ideia de um disco de covers cresceu, e o Strange Little Girls acabou surgindo, conceitualmente amparado por Neil Gaiman.
A mote foi recriar canções de compositores homens, sob a luz de uma perspectiva feminina. E para tal, Tori e Gaiman deram vida a 13 personagens, uma para cada canção ("Heart of Gold" é a única com duas), que contariam suas histórias a partir das músicas repaginadas. Aqui estão elas, com as histórias, escritas por Neil, traduzidas, como já é nosso hábito. Futuramente, postaremos também as traduções. Por enquanto, estas são as Cover Girls.


New Age:

“Ela parece tão focada, tão quieta… Pra completar, seus olhos permanecem fixos no horizonte. Você acha conhecer tudo o que há para se conhecer nela imediatamente depois de encontrá-la, mas tudo o que você julga saber está errado. A paixão corre através dela como um rio de sangue.

Ela só virou o olhar por um instante, e a máscara caiu, junto com você. Todos seus amanhãs começam aqui.



’97 Bonnie & Clyde:

“Você sabe como é amar alguém?

E a parte dura, a parte má, o Jerry Springer show disso tudo é que você nunca deixa de amar alguém. Sempre há um pedaço delas em seu coração.

Agora que ela morreu, ela tenta lembrar somente do amor. Consegue imaginar em cada pancada um beijo, a maquiagem que, inexperiente, cobre as feridas, o cigarro queimado na coxa dela — Todas estas coisas, ela decide, foram gestos de amor.

Ela pergunta-se o que sua filha fará.
Pergunta-se o que sua filha será.


Ela está segurando um bolo, em sua morte. É o mesmo bolo que ela sempre iria cozinhar para sua pequena. Talvez elas tivessem o preparado juntas.

Elas teriam sentado para comê-lo, e sorririam, todos os três, e o apartamento seria, aos poucos, preenchido de gargalhadas e amor.”

Strange Little Girl:

“Existem centenas de coisas que ela tentou afugentar, coisas que ela não lembrará e que ela nem se permite pensar, porque é nesse momento que o pássaro grita, os vermes rastejam e em algum lugar de sua mente chove, lenta e eternamente, granizo.

Você ouvirá que ela deixou o país, que havia uma dádiva que ela esperava que você tivesse, mas que é perdida antes que isto lhe alcance. Tarde da noite, um dia, o telefone irá tocar, e uma voz que pode ser a dela dirá algo que você não foi capaz de entender antes da conexão cair e ser perdida.

Muitas anos depois, de um táxi, você verá alguém na porta que se parece com ela, mas ela irá embora no momento que você persuadir o motorista a parar. Você nunca a verá novamente.

E sempre que chover, nela você vai pensar.

Enjoy The Silence:

35 anos, uma showgirl. E seus pés doem, dia após dia, por causa do salto alto. Ela consegue, porém, descer degraus de salto e com um enfeite de 18 kg na cabeça, ou atravessar um cenário com um leão, ainda de salto… Conseguiria andar de salto alto pelo inferno que fosse, se as coisas chegassem a esse ponto! E estas são as coisas que a ajudaram, a mantiveram em sua caminhada de cabeça erguida: sua filha; um homem que a amou em Chicago, mesmo que não o bastante; o âncora das National News que paga seu aluguel já há uma década, e não vem à Vegas mais que uma vez por mês; duas bolsas com gel de silicone, e a distância que mantém do sol do deserto.

Ela será uma avó logo, logo…”

I’m Not In Love:

“E então chegou a vez de um deles simplesmente não retornar as ligações que ela fez para o escritório. Então ela ligou para o número que ele não imaginava que ela tinha, e disse à mulher que atendeu que tal situação era muito embaraçosa, mas como ele não estava falando mais com ela, pediu a ela para avisá-lo que ela ainda aguarda pela devolução de suas roupas íntimas, rendadas e pretas, as quais ele tinha levado porque, como disse, isso cheirava a ela, aos dois. Oh, e isso a lembrou, disse ela, enquanto a mulher do outro lado da linha permanecia calada, de pedir que elas sejam lavadas e enviadas pelos correios de volta. Ele tem seu endereço. E então, com seu serviço alegremente concluído, ela o esquecerá completamente e para sempre, a fim de voltar sua atenção ao próximo.

Um dia ela também não lhe amará. Isso partirá seu coração.”

Rattlesnakes:

“Ela não sabe quem era o dono da jaqueta originalmente. Ninguém a procurou depois de uma festa, e ela achou que a vestia bem.

Nela está escrito KISS, mas ela não gosta de beijar. Pessoas, homens e mulheres, disseram-na que ela era bonita, e ela não tem a menor ideia do que eles querem dizer. Quando olha no espelho, ela não vê a beleza olhando de volta. Só sua face.

Ela não lê, não vê TV, nem faz amor. Ela ouve música. Sai com os amigos. Ela anda em montanhas-russas mas nunca grita quando elas mergulham e a viram de cabeça para baixo. Se você disse-la que a jaqueta era sua, ela apenas balançará os ombros para depois devolvê-la. Não que ela se importe, de um jeito ou de outro. “

Time:

“Ela não está esperando. Não muito. É mais como se os anos não lhe significassem nada, como se os sonhos e as ruas não pudessem tocá-la.

Ela permanece nas arestas do tempo, implacável, ilesa, além… E um dia você abrirá seus olhos e a verá. Depois disso, a escuridão.

Ela não usa uma foice. Na verdade, ela lhe arrancará, gentilmente, como uma pena, ou uma flor para seu cabelo.”

Heart Of Gold:

“— frases.
Irmãs, talvez gêmeas, possivelmente primas. Não saberemos a menos que se veja suas certidões de nascimento, mas as reais, não as que usaram para tirar a Identidade. É isto que elas fazem como um estilo de vida. Elas entram, pegam o que precisam, e saem outra vez.

Não é glamuroso. É só um negócio. Talvez não seja estritamente legal.

É só um negócio.

Elas são espertas demais para isto, e também já estão muito cansadas. Elas partilham roupas, perucas, maquiagem, cigarros… Sem descanso e à caça, elas prosseguem. Duas mentes. Um coração.

Às vezes, um até completa as da outra —

I Don’t Like Mondays:

“Parada no chuveiro, deixando a água escorrer sobre ela, lavando, lavando-a de tudo, ela compreende que a parte mais dura disso é a situação tê-la lembrado de seu próprio ensino médio.

Ela atravessou os corredores, o coração batendo com força em seu peito, sentindo o cheiro dessa escola, o que trouxe tudo de volta a ela.

Talvez fizesse somente 6 anos, ou menos, da vez em que ela correu de seu armário para a sala de aula… Da vez em que ela viu seus amigos chorando, enfurecendo-se e pensando nos sarcasmos, rótulos e mil feridas que afligiam os impotentes. Nenhum deles tinha chegado tão longe.

Ela encontrou o primeiro corpo numa escada.

Naquela noite, depois do chuveiro, que não pôde limpá-la daquilo que teve de fazer (não mesmo), disse a seu marido, ”Eu tenho medo”.

“Do quê?”

“De que esse trabalho esteja me tornando uma pedra. De que esteja me transformando em outra pessoa. Alguém que eu não conheço”.

Ele a trouxe para perto, e a segurou, e eles permaneceram bem juntos, pele com pele, até o amanhecer. “

Happiness Is a Warm Gun:

“Ela se sente em casa no local onde treina seu tiro. Usando protetores para os ouvidos, diante dos alvos em formato humano que estão somente a esperando.

Ela imagina, um pouco, e lembra, um pouco também, até que mira e aperta. Quando seu tempo de treino começa, ela sente, mais do que vê, a cabeça e o coração serem acertados. O cheiro da pólvora sempre a remete ao 4 de julho.

“Você usa as dádivas que Deus lhe dá”. Era isso que sua mãe dizia, tornando a discussão delas ainda mais difícil, de algum modo.

Ninguém jamais a machucará. Ela lançará seu vago, fatigado e maravilhoso sorriso, e irá embora.

Não tem a ver com dinheiro. Nunca tem a ver com dinheiro.”

Raining Blood:

“Aqui: um exercício de escolha. Sua escolha. Uma destas histórias é verdadeira. Ela viveu durante a guerra. Em 1959, veio aos Estados Unidos. Agora ela vive num quarto em Miami, uma pequena mulher francesa de cabelos brancos, com uma filha e uma neta. Ela mantém-se para si e raramente sorri, como se o peso das memórias a mantivesse afastada do caminho para encontrar a alegria.

Ou isso é uma mentira. Na verdade, a Gestapo a capturou durante uma travessia de fronteira e eles a deixaram numa planície. Primeiro, ela cavou sua própria cova, e então, uma única bala para trás de seu crânio.

Seu último pensamento, antes da bala, era sua gravidez de quatro meses, e que se nós não lutarmos para criar um futuro, não haverá futuro algum para nenhum de nós. Existe uma velha mulher em Miami, que acorda, confusa, de um sonho sobre o vento soprando em flores selvagens, em uma planície.

Existem ossos intocados abaixo do quente solo Francês que sonham com o casamento de uma filha. O bom vinho está bêbado. As únicas lágrimas derramadas são as felizes.”

Real Man:

“Algumas das garotas eram garotos.

A vista depende de onde você está olhando.

Palavras podem ferir, feridas podem fechar.

Todas essas coisas são verdadeiras.




Por Hernando Neto.
via You&Me&She&He

sábado, 11 de setembro de 2010

Tradução: Boys For Pele [PARTE 2]

Muhammad My Friend (Muhammad, Meu Amigo)

Muhammad, meu amigo
É hora de contar ao mundo
Nós dois sabemos que foi uma garota,
Lá, em Belém
E naquele dia fatídico,
Quando ela foi crucificada,
Usava um Shiseido¹ vermelho,
E nós bebemos chá a seu lado

Doce, doce, doce...
Costumava ser tão doce para mim

Muhammad, meu amigo
Estou ficando muito assustada
Ensine-me como amar
Os irmãos meus
Que não conhecem a lei
E sobre o acordo no trapézio voador,
Tenho uma mão de manteiga de amendoim...
Mas o Mel de fato pingou dentro
Da Hospedaria da Gota de Orvalho

Doce, doce, doce...
Entre os garotos e as abelhas

E Moisés, eu sei,
Eu sei que você viu fogo
Mas você nunca viu fogo de verdade,
Enquanto não tiver visto o Sopro de Pele
E eu nunca vi a luz
Mas com certeza, já vi o ouro...
E Gladys, guarde um lugar para mim
Em sua vinha
Até eu ganhar meu próprio programa de TV

Ashre, ashre, ashre, ashre...
E seu eu perder meu Cracker Jacke²
Nas ondas da maré,
Eu ganho um lugar no roupão emborrachado
Do Papa

Muhammad, meu amigo
É hora de dizer ao mundo
Nós dois sabemos que foi uma garota,
Lá, em Belém

¹ “Shiseido” é uma conhecida marca de cosméticos.
² Doce feito de pipoca caramelada e amendoim (Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Cracker_Jack).

Hey Jupiter (Ei, Júpiter)

Ninguém atende ao telefone
Acho que sou eu, e só eu...
E esta pequena masoquista
Está pronta para confessar
Tudo aquilo que nunca imaginei
Que ela poderia sentir
Ei, Júpiter
Nada permaneceu como antes...
Então, você está feliz?*
Você está triste?*
Pensei que nós dois podíamos
Usar um amigo como apoio...
E pensei também que não teria de
Ser com você
Algo novo

Às vezes,
Respiro você,
E eu sei, você sabe disso
Às vezes, você dá um mergulho...
Encontrei seus dizeres em minha parede
Se meu coração pinga de tão úmido,
É porque suas botas, garoto, podem causar um estrago
Ei, Júpiter
Nada permaneceu como antes...
Então, você está feliz?
Você está triste?
Pensei que nós dois podíamos
Usar um amigo como apoio...
E pensei também que você não teria de
Ser para mim
Um disfarce

Achava me conhecer tão bem,
Todas as bonecas que tive
Pus meu couro na estante,
Seu apocalipse foi fabuloso
Para uma garota que não podia escolher
Entre o chuveiro e a banheira...

E pensei que não teria de
Ser com você
Somente uma revista

Ninguém atende ao telefone
Acho que ficou claro,
Ele se foi
E esta pequena masoquista
Está levantando seu vestido
Acho que já pensei um dia ser incapaz
De sentir o que estou sentindo...
Ei, Júpiter
Nada permaneceu como antes...
Então, você está feliz?
Você está triste?
Pensei que nós dois podíamos
Usar um amigo como apoio...

Ei, Júpiter
Nada permaneceu como antes...
Então, você está seguro?
Agora que já passamos por isso...
Pensei que nós dois podíamos
Usar um amigo como apoio

Ei, Júpiter

* No original, a letra diz nessa parte: "Are you gay? Are you blue?", o que indica uma segunda conotação, relativa à orientação sexual do interlocutor.

Versos adicionais da Dakota Version: Eu sigo, dia após dia...
Eu sei onde ficam os armários de louça...
Eu sei onde o carro foi estacionado...
Eu sei, ele não é você...

Way Down (O Fundo do Poço)

Talvez eu seja o arrebol
Pois estou com uma atadura, você sabe...
Você não ouve a gargalhada no fundo do poço?

Talvez eu seja o repórter-âncora,
Jantando com o filho do Sam
Um cabelo muito dado a conversar, no fundo do poço

Vou conhecer uma Grande e Corajosa Estrela
Vou dirigir seu ótimo carrão...
Vou ter tudo isso aqui,
No fundo do poço

O fundo do poço
O fundo do poço
O fundo do poço
(Ela conhece, vamos lá...)
O fundo do poço
O fundo do poço
O fundo do poço...
Ela conhece...

Little Amsterdam (Pequena Amsterdã*)

Pequena Amsterdã,
Numa cidade do Sul
Canjica, tenha isso num prato,
Garota
Mama, mantenha sua cabeça baixa
Mama, não era minha bala...

Não me faça voltar ao alcance da arma
Ao alcance da arma...
Estou somente saindo da célula em meu cérebro
Não me faça voltar ao alcance da arma
Ao alcance da arma...
Pois, garotas, vocês precisam saber por esses dias
Qual o seu lado

Mama se deu mal,
Ela amou um homem pardo
Então, ela construiu uma ponte,
Na cama do Xerife
Ela faria qualquer coisa para salvar seu homem
Veja que suas azeitonas são prensadas a frio
E seu melhor amigo é um vestido de sol...
Mas Mama! Não era minha bala...

Não me faça voltar ao alcance da arma
Ao alcance da arma...
Estou somente saindo da célula em meu cérebro
Não me faça voltar ao alcance da arma
Ao alcance da arma...
Pois, garotas, vocês precisam saber por esses dias
Qual o seu lado

Completamente só, tenho uma garota na cidade
Ei, tenho um quarto e um lugar para dois
Tenho um bode e um telefone, eu disse, garoto...
Você é minha Quinta Avenida

De voltas em voltas e voltas vou
De voltas em voltas, desta vez para continuar lucrando
(Diga algo ao carrasco por mim, meu bebê)
De voltas em voltas e voltas vou
De voltas em voltas, desta vez para continuar lucrando
(Diga algo ao carrasco por mim... Eu e meu bebê)
Pai, apenas você pode salvar minha alma
E tocar este órgão deve contar por alguma coisa...
Alguma coisa!
Garotas, vocês precisam saber por esses dias
Qual o seu lado

Pequena Amsterdã,
Fechado hoje
Eles a enterraram com um buquê de favas
E o Xerife agora não pode mais cavalgar
Como ele disse que faria, sob o pôr-do-sol
E não direi
Que ele não deveria ter pagado...
Mas Mama!
Não era minha bala.

* “Little Amsterdam” da canção deve ser um prostíbulo. Ele foi assim retratado em sua ótima história do Comic Book Tattoo:
http://1.bp.blogspot.com/_ZnzxqBAeYp8/SNAPobidgSI/AAAAAAAACJM/iq3Su9cNGiE/s400/cbt+little+amsterdam.jpg.

Talula*

Parabenizo-lhe,
Disse que você tinha uma língua dupla
Mexendo o bolo e o pão...
Diga “adeus” a uma garota de glíter
Talula, Talula
Eu não quero perdê-la
Ela deve valer pela perda,
Se algo nesse mundo
Tiver valor
Talula, Talula | açúcar
Ela está novinha em folha para você | Doce amor
Dentro de seu carregador de bebês | Suavemente
Seu pequeno cookie de figo

Diga “adeus” agora, baby, temos de ir...
Diga “adeus”, baby, ao Velho Mundo

Esbarrei com o escudeiro que decepou Ana Bolena**
Ele fez isso rápido, um homem misericordioso
Ela disse que um mais um são dois | Talvez eu seja um homem feliz
Mas Henrique** disse que eram três | Talvez eu seja um melão honeydew
Pois que seja, | Talvez seja só um trabalho ruim
Aqui estou | Talvez seja o que você é

Talula, Talula
Eu não quero perder isto
Isto deve valer pela perda,
Se algo nesse mundo
Tiver valor
Talula, Talula | Ouça
Ela está novinha em folha para você | Baby
Dentro de seu carregador de bebês | A ceia está...
Seu pequeno cookie de figo | Esfriando

E Jamaica,
Você sabe, sabe mesmo o que eu fiz?
Maria M¹, tecendo, disse:
“O que vocês querem está no sangue, Senadores²...
O que vocês querem está no sangue, Senadores”
Eu tenho o Garibaldo³ na linha de pesca
Com um pouco de um grito, um pouco de um grito
Um pouco de uma tromba raivosa
Ele é minha prostituta predileta, entre todos da turma
E eu sei sobre sua única Noiva
E sobre como os russos morrem no gelo
Estou usando meu chapéu de estupro, amor
Mas eu sempre pude tê-lo como um acessório
E eu nunca me preocupei tanto com dinheiro
Mas eu sei, agora, querido
Que ele está nas mãos de Deus
Mesmo não sabendo ainda quem é o Pai...

Talula, Talula
Eu não quero perdê-lo
Ele deve valer pela perda,
Se algo nesse mundo
Tiver valor
Talula, Talula
Ele está novinho em folha para você,
Dentro de seu carregador de bebês
Seu pequeno cookie de figo...
Seu pequeno cookie de figo...
Seu pequeno cookie de figo

* Sinceramente, não sei quem ou o que é Talula. Disseram-me certa vez ser uma consorte do demônio que dança para ele. Tori já se referiu à ideia de dança quando explicou esta canção.

** “Ana Bolena” e “Henrique” são personagens reais da nobreza inglesa, no século XVI (Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ana_Bolena).

¹ “Maria M”, na minha opinião, é Maria Madalena.

² Aqui, foram traduzidos “Sangue” e “Senadores” separadamente. Porém, em alguns fóruns estas palavras formam uma expressão única, “Senadores de Sangue”.

³ “Garibaldo” é de fato o personagem da Vila Sésamo, em inglês “Big Bird”.

Versos adicionais do Tornado Mix: Ele está perseguindo tornados
Enquanto eu aguardo, calmamente
Perseguindo... Ela... Ei...

Not The Red Baron (Não O Barão Vermelho)

Falado: “Que língua?” Não, holandês
Não o Barão Vermelho
Não Charlie Brown
Penso ter a mensagem cifrada...
Outro piloto abatido
E são eles demônios com auréolas e belas capas,
Levando-os para as chamas?

Não Judy G
Não Jean, Jean, Jean com seu coração santificado
Eu veja essa imagem entrando
Nas chamas...
A cada passo
A cada belo salto pontiagudo
“Ei”, disse

Não o Barão Vermelho, tenho certeza
Não o maravilhoso cão de Charlie
Não alguém a quem eu realmente conheça...
Só outro piloto abatido
Quem sabe eu cante para ele um último sonzinho...
Alguns de lá conhecem garotas com laços de fita vermelhos
Os mais lindos
Laços
Vermelhos

Nota: pensamos também que “Not The Red Baron” poderia ser traduzida como “Sem o Barão Vermelho”. Decidimos optar por “Não o Barão Vermelho”, mas fiquem à vontade para opinar sobre as hipóteses.

Agent Orange (Agente Laranja)

Tenho de lhe dizer o que ouvi
Do Agente Laranja
O Senhor Bronzeado
Senhor “Homem Feliz”
Senhor “Eu conheço garotas
Em todas as turnês mundiais”
Senhor Agente, sim...
Ele é meu favorito
E não, não entendem...
Ele tem fãs de óleo de palma
Sim, ele está lá e acolá,
Em todo lugar
E tem um A à Z...
Uma cidade subaquática
Onde ele nada
E nada...

Doughnut Song (A Canção do Donut)

Tinha comigo um truque, um pontapé e sua mensagem...
Você nunca ganhará peso devido ao buraco de um donut
Então pensei ser capaz de decifrar sua mensagem
Não há ninguém aqui, querido...
Ninguém mais

E se estou gastando todo seu tempo, desta vez
Talvez você nunca tenha aprendido a receber
E se estou no aguarde de sua sombra,
Acho que já passei de todos os limites

E homens do sul podem virar ouro | Você pode me dizer que é o fim
Podem ficar petulantes | É o fim
Sangue pode ser petulante | Você pode me dizer
Como um homem delicado | Sobre, sobre seu ombro...*
Do cobre ao aço, até uma dobradiça vacilante | Você pode me dizer que é o fim, é o fim
Que lhe deixa entrar, deixa entrar, deixa entrar... | Venha a Houston

E se estou gastando todo seu tempo, desta vez
Talvez você nunca tenha aprendido a receber
E se estou no aguarde de sua sombra,
Acho que já passei de todos os limites

Alguma coisa está lhe entorpecendo...

Você me disse, noite passada,
Que você era um sol agora
Com o seu próprio e devotado satélite
Feliz por você,
E estou certa de que lhe odeio!
Dois filhos, tantos fogos capazes, ei, sim...

E você me fez perder todo meu tempo, desta vez | Você pode me dizer que é o fim | Eu lhe vi
Eu disse que você nunca aprendeu a receber | Você pode me dizer, sobre, sobre seu ombro
E se estou no aguarde de sua sombra,
Acho que já passei de todos os limites...
Acho que já passei de todos os limites

Tinha comigo um truque, um pontapé e sua mensagem...
Você nunca ganhará peso devido ao buraco de um donut

* Tori faz um jogo com a palavra “over” nos vocais incidentais de Doughnut Song: “You can tell me it’s over” pode significar tanto “você pode me dizer que é o fim”, como “você pode me dizer que isto está sobre – sobre seu ombro”.

In The Springtime Of His Voodoo (Na Mocidade De Seu Vodu)

Parada numa esquina em Wislow, Arizona
Certa de estar na canção errada
Duas garotas, 65, têm um pedaço preso ao banco traseiro
“Querida, estamos recuperando cristãos!”

Na mocidade de seu vodu,
Ele iria me mostrar primavera...

E justo lá, por um minuto,
Eu lhe conhecia tão bem...
E justo lá, por um minuto,
Eu lhe conhecia tão bem...

Tenho uma buceta raivosa,
Garotas, vocês sabem do que estou falando...
Quando todo esse requebrado não faz o truque!
Eu, esmagada sanitariamente...
Sr. Sulu*,
Velocidade Warp*
Velocidade Warp...
Sim, sim, sim, sim... Ei!

Na mocidade de seu vodu...
Na mocidade de seu vodu...

Todos os caminhos conduzem de volta à minha porta | E justo lá, por um minuto
Todos os caminhos que eu seguirei... | Eu lhe conhecia tão bem...
Todos os caminhos conduzem de volta à minha porta | E justo lá, por um minuto
Todas as cruzes estão ocupadas... | Eu lhe conhecia tão bem...

E eu sei que ela não é tão atraente assim, garotos...
Eu disse saber que ela não é tão atraente assim, mas...
Vocês têm algo a pagar!
Algo a pagar, às vezes...
Vocês têm algo a pagar, garotos,
Quando forem o brilho solar de suas mamães...
Vocês têm de dar algo, às vezes,
Quando forem a mais doce cereja
Numa torta de maçã...
Preciso de um pouco de vodu nestas ameixas!

Na mocidade de seu vodu
Na mocidade de seu vodu, sim...
Ele iria me mostrar primavera...

* “Sr. Sulu” e “Warp Speed” são referências diretas ao seriado Star Trek, sendo o primeiro um dos personagens (Hiraku Sulu - http://en.wikipedia.org/wiki/Hikaru_Sulu), e a segunda a velocidade com a qual viajaria a Starship Enterprise (http://3pillarsofwits.files.wordpress.com/2008/07/starship-enterprise.jpg), nave espacial do seriado. “Warp Speed” deriva de “Warp drive”, um movimento mais rápido que a luz (http://en.wikipedia.org/wiki/Warp_speed#Warp_velocities). Neste link: http://www.sciencedaily.com/releases/2009/05/090507175838.htm - há ainda um artigo interessante de dois físicos (mesmo) sobre as possibilidades de viajar nesta dita velocidade.

Putting The Damage On (Assumindo Os Danos¹)

Cola,
Presa a meus sapatos
Alguém sabe o porquê de você brincar
Com uma casca de laranja?
Você disse que arrumou minhas coisas,
E separou o que (nelas) era meu
Agora, você saiu para o topo da montanha...
Eu digo, “as pernas magras dela podiam usar o sol”
Mas agora, desejo somente
A minha melhor impressão,
Da minha melhor Angie Dickinson²...
E agora também tenho de me preocupar
Pois, garoto, você ainda parece bonito
Quando está assumindo os danos
Quando está assumindo os danos...

Não me faça ter de arranhar sua porta,
Eu jamais lhe deixaria por um banjo
Eu só me virei por um poodle
E uma corveta,
E minha impressão
Da minha melhor Angie Dickinson...
Mas agora tenho de me preocupar
Pois, garoto, você ainda parece bonito
Quando está assumindo os danos
(Bonito)
Quando está assumindo os danos...

Estou tentando não me mover,
É só seu fantasma passando...
Eu disse,
Estou tentando não me mover
É só seu fantasma passando
Só seu fantasma
Passando
E agora,
Estou bem certa...
Há uma luz em seu pelotão
Eu nunca vi uma luz se mover
Como a sua
Move-se por mim
Então, agora, desejo somente
A minha melhor impressão,
Da minha melhor Angie Dickinson...
E agora também tenho de me preocupar
Pois, garoto, você ainda parece bonito
Para mim

Mas, agora, tenho para onde ir
Eu tenho um bilhete para sua última apresentação
E agora, estou me preocupando
Pois, ainda assim,
Você é com certeza bonito
Quando está assumindo os danos...
Sim
Quando está assumindo os danos,
Você é tão bonito...
Quando está assumindo os danos

¹ Literalmente, “Putting the damage on” seria “vestindo os danos”. No entanto, por preferência pessoal, preferi usar “assumindo”.

² Angie Dickinson é uma atriz estadunidense, mais conhecida pelo seu papel de Sargenta Suzanne ‘Pepper’ Anderson na série Police Woman (Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Angie_Dickinson).

Twinkle (Cintilo)

Certamente,
Essa estrela é capaz de cintilar
E você a vê, fazendo isso
Garoto durão... Garoto durão...
Mas eu conheço uma garota
Duas vezes mais durona
E eu tenho certeza,
Tenho certeza de que ela está vendo, também
Disse não importar qual o laço que ela tem
Em sua adequada penteadeira...
Eu sei, ela vê essa estrela

Vai cintilar
Vai cintilar
Vai cintilar...

Da última vez que soube, ela trabalhava numa Abadia, do Iowa
Ela disse, “Eu matei um homem, T
Preciso ficar escondida neste mosteiro”
Mas eu posso ver essa estrela
Quando ela cintila,
E ela cintila...
Pois de fato posso,
E isso significa
Que de fato posso
Isso significa
De fato posso...

Tão dura...
Tão dura

Por Hernando Neto.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Tradução: Boys For Pele [PARTE 1]


Beauty Queen (Rainha da Beleza)

Ela é uma Rainha da Beleza
Meu doce saco de feijão*, na rua...
Leve-a para fora
Do incidente da lavanderia
Não sei o porquê dela estar em minha mão...
Não sou capaz de descobrir o que é isso,
Mas...
Eu minto, minto e minto, outra vez

* “Bean bag” é um pequeno saco com feijões secos, antigamente usado por crianças em brincadeiras.

Horses (Cavalos)

Consegui alguns cavalos,
Para passear... Passear
Eles dizem que seus demônios
Não conseguem ir lá
Então consegui alguns cavalos,
Para passear... Passear
Contanto que seu exército
Permaneça perfeitamente
Quieto

E talvez eu encontre para mim
Um marinheiro,
Um alfaiate
E talvez juntos,
Seremos como uma boa mãe
Então consegui alguns cavalos,
Para passear... Passear
Contanto que seu exército
Permaneça perfeitamente
Quieto

Você me mostrou a planície
E Milkwood*,
E Silkwood**
E (pensei que) você iria, se eu fosse
Mas você nunca iria, de qualquer jeito
Então persegui seus ramalhetes,
Seus amores-perfeitos em meus pequenos cavalos¹
Abri, pois, minhas mãos
E elas estavam vazias,
Então

Fora com o Superfly²,
Fungando uma caneta Pontiaguda
Querido, é “Bill e Ben”³
Fora com o Superfly,
Contabilizando suas abelhas,
Oh, eu... Querido, é como
Um, dois, três
A câmera está ligada,
É fácil,
Como
Um
Dois
Três

E se existir algum jeito de lhe encontrar,
Eu lhe encontrarei
Mas você me encontrará se Neil me transformar numa árvore?
Um afro, um faraó...
“Eu não posso ir”
Você disse, então
E fios feitos de ouro não partem
Tão fácil assim
Não partem tão fácil assim...
Não partem tão fácil assim

* Milkwood - a referência que achei foi para plantas da família Apocynaceae, dos gêneros botânicos Tabernaemontana e Alstonia (Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Milkwood). São plantas que produzem um líquido leitoso e por vezes tóxico, sendo uma delas conhecida no Brasil como "Leiteira". Há ainda uma outra referência: Under Milk Wood foi uma radionovela (1954) de Dylan Thomas. Era baseada nos pensamentos de moradores de uma vila galesa fictícia, Llareggub (Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Under_Milk_Wood).

** Silkwood deve dizer respeito a Karen Silkwood, que teve sua história retratada no filme “Silkwood” (1983). Ela foi uma operária morta num acidente automobilístico. Acredita-se que na verdade ela tenha sido assassinada, por investigar irregularidades na usina de plutônio onde trabalhava (Fonte: http://www.imdb.com/title/tt0086312/ - http://en.wikipedia.org/wiki/Silkwood).

¹ “Pequenos cavalos” é uma tradução pertinente ao léxico “Horsies”, e decidi usá-lo só como uma tentativa de solucionar o problema. Quando achei “Hosie”, sempre era dito como um sobrenome; Por fim, vale a pena citar o livro Hosie’s Alphabet como uma possibilidade (Fonte: http://www.goodreads.com/book/show/1687523.Hosie_s_Alphabet).
² “Superfly” pode estar atrelado ao filme homônimo de 1970, além de algumas personalidades. Arrisco-me a pensar que Tori cite Frank “Superfly” Lucas, responsável pelo tráfico de heroína entre as décadas de 60 e 70 nos EUA (Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Superfly).

³ “Bill and Ben” pode referir-se a uma série de personagens, listados a seguir: 1) aos Homens de Vaso de Flor Bill e Ben, do seriado televisivo The Flower Pot Men (1952); 2) às locomotivas amarelas Bill e Ben, dos livros "The Railway Series" (Rev. Wilbert Awdry e Christopher Awdry - 1945 - 1ª pub.) e do seriado televisivo "Thomas and Friends" (1984); 3) ao nome de uma música da banda Catherine Wheel, lançada no álbum Ferment (1992) (Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Bill_and_Ben).

Blood Roses (Rosas de Sangue)

Rosas de sangue, rosas de sangue
De volta às ruas, agora
Rosas de sangue, rosas de sangue
De volta às ruas...
Não consigo acreditar nas coisas que você nunca disse
Em dias como estes, começo a pensar...

Quando galinhas provam de sua carne, garoto
Quando galinhas provam de sua carne...

Você os deu seu sangue,
E seu quente e pequeno diamante
Ele gosta de matá-lo depois de você já ter morrido!
Você acha que sou uma bicha...
E eu acho que você é uma bicha!
Eu acho que você é uma bicha!
Eu acho que você é uma bicha...

Raspei cada lugar onde você esteve, garoto
Eu raspei cada lugar onde você esteve...

Deus sabe, eu sei, que eu joguei fora essas graças!
Deus sabe, eu sei, que eu joguei fora essas graças!
Deus sabe, eu sei, que eu joguei fora essas graças!

A Belle de Nova Orleans tentou me mostrar certa vez
Como dançar Tango
Entrelaçado em seus pés
Entrelaçado, como boas e frágeis rosas...

Rosas de sangue, rosas de sangue
De volta às ruas, agora
Então você estirpa a flauta da garganta do mergulhão (ou “vagabundo”)
Ao menos quando você chora, agora,
Ele mal pode lhe ouvir

Quando galinhas provam de sua carne...
C'mon, C'mon, C'mon, C'mon!
Quando elas lhe chupam com vontade...
Às vezes, você não passa de
Carne

Father Lucifer (Pai Lúcifer)

Pai Lúcifer,
Você nunca pareceu muito são
Você sempre preferiu o granizo à chuva
Admita que você ainda está apaixonado
Por aquela Leiteira
Como estão Lizzies¹?
Como seu Jesus Cristo foi pendurado?

Nada vai me impedir de flutuar!
Nada vai me impedir de flutuar...

Ele diz ter deduzido que sou uma mancha de aquarela
Ele diz que eu corro, então eu corri dele
E corri outra vez
Ele não me viu olhando
Lá do avião...
Enxugou uma lágrima,
E então jogou fora nossa semente de maçã

Nada vai me impedir de flutuar!
Nada vai me impedir de flutuar...

Todo dia é meu dia de casamento
Mesmo o bebê estando ainda em seu estado comatoso
Eu pintarei meus próprios ovos de Páscoa
Não se vá agora... Não se vá
E Beenie perdeu seu pôr-do-sol, mas tudo bem | Talvez ela esteja se escondendo num cachorro-quente
Joe ainda traz flores para o túmulo de Marilyn? | Tem um porco escondendo-se numa trufa
E garotas que comem pizza, e nunca engordam | Usando essas ligas roxas
Nunca engordam, nunca engordam... | E garoto, eu tenho um quarto em Hoboken²

Pai Lúcifer,
Você nunca pareceu muito são
Você sempre preferiu o granizo à chuva
Admita que você ainda está apaixonado
Por aquela Leiteira...
Como estão Lizzies?
Como seu Jesus foi pendurado?

¹ “Lizzie” é o diminutivo de Elizabeth, então preferi deixá-lo sem tradução. Porém, uma gíria inglesa diz que lizzie pode ser também um carro velho e desvalorizado.
² “Hoboken” é uma cidade no estado de New Jersey, EUA.

Versos adicionais: Hard Rock Live (1999)

E se você chamar,
Estou lhe dizendo
Você verá através de tudo isso
As mentiras ficaram todas para trás, agora
E se você quiser
Algo dela, bem...
Steve McQueen*, de fato creio
Que ele continua ouvindo
E se você quiser,
Eu lhe levo de volta
Para '84
Quando você era um jovem garoto
E se você quiser
Algo dela, bem...
Não posso sê-la,
Mas posso fazê-lo
Atravessar a porta

On Scarlet’s Walk Tour e Lottapianos Tour (2002-2003)

Vão embora, garotas...
Tragam boas gargalhadas
Steve McQueen
Sempre o traz de volta
Para um lugar no qual ele guarda
Fotos das fotos
Da face dela

Vão embora, garotas...
Vão, bem rápido
Steve McQueen brinca,
E isso o leva ao lugar
Aonde ele guarda fotos das
Fotos das fotos
Daquele dia

Vão embora, garotas,
Eles são rápidos
Steve McQueen
Sempre o leva de volta
A um lugar no qual
Ele sempre tem de trazê-la
De volta

* O tão citado “Steve McQueen” é um ator norte-americano, reconhecido por seus filmes de ação. Seu site oficial: http://stevemcqueen.com.


Professional Widow (Viúva Profissional)

Inferninho
Esperma
Ó, querido, traga isto para perto de meus lábios
Não afaste esses cérebros, ainda
Nós temos de ser grandes, garoto
Temos de ser grandes
Starfucker, como meu pai...
Vendendo seu bebê,
Assim como meu pai
Vou acertar um acordo,
Fazê-lo sentir como um membro do congresso...
Isso acontece em nossa família
Acontece em nossa família!

Repouse seus ombros, Pêssegos e Creme
Para todos os lados um Judas, até onde sua vista consiga chegar...
Um belo anjo clamando,
“Nós temos cada reprise de Muhammad Ali”

Prisma perfeito
Ó, querido, traga isto para perto de seus lábios
O que é conhecido como um deslizamento do princípio...
Proporção, garoto!
Então tem de ser grande
É melhor que seja grande!
Starfucker, como meu pai...
Vendendo seu bebê,
Assim como meu pai!
Vou acertar um acordo,
Fazê-lo sentir como um membro do congresso...
Isso acontece em nossa família
Acontece em nossa família!

Mãe Maria
Branco chinês
Marrom deve ser mais doce,
Ela proverá...
Mãe Maria
Branco chinês
Marrom deve ser mais doce,
Ela proverá...
Ela proverá...
Ela proverá!
Ela proverá!

Dê-me paz, amor e um pau duro!

Mr. Zebra (Sr. Zebra)

Olá, Sr. Zebra,
Posso usar seu casaco?
Pois faz frio, frio, frio
Em meu buraco, buraco, buraco...
Ratatouille Estricnina*
Às vezes, ela é minha amiga
Com um redemoinho gigantesco
Que embalhará sua cabeça!

Olá, Sr Zebra,
Fiquei um pouco confusa com
A Sra Crocodilo
Mexilhões peludos marchando,
Ela pensa ser Kaiser Wilhelm¹,
Ou um civilizado syllabub²,
Somente para embaralhar sua mente...

Procure entender!
Ela é uma companheira das boas horas,
E tem algum dinheiro para lutar
Pelos direitos de Moneypenny³
Procure entender!
Ela é uma companheira das boas horas...
“Muito triste,
O enterro foi prematuro”
Disse ela e sorriu

* “Ratatouille” é uma receita culinária do Séc. XVIII de origem francesa
(http://pt.wikipedia.org/wiki/Ratatouille) – Só para constar, em 2007, lançou-se um filme sobre um ratinho cozinheiro, Remy, com o mesmo nome da receita – A “estricnina”, por sua vez, é um potente veneno, e parece que na verdade a expressão “Ratatouille Estricnina” diga respeito mais a um personagem que seus significados separados.

¹ “Kaiser Wilhelm” é uma referência a personalidades históricas, os Imperadores Germânicos Wilhelm I (http://en.wikipedia.org/wiki/Wilhelm_I,_German_Emperor) Wilhelm II (http://en.wikipedia.org/wiki/Wilhelm_II,_German_Emperor). Este foi o último rei da Prússia.

² “Syllabub” é uma bebida. Seu preparo se dá com leite batido acrescido de vinho, além de outros ingredientes.

³ “Moneypenny” deve ser uma referência à Miss Moneypenny, secretária de M, a chefe de James Bond. Parece haver uma tensão sexual entre os dois, mas é algo que nunca se realizou (ela nunca foi uma Bond Girl...) – (Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Miss_Moneypenny)

Marianne

Atum,
Borracha...
Um pouco de gordura de baleia em meu iglu
E eu conhecia você,
Tranças e todo o resto...
Garotas quando elas caem

E eles dizem “Marianne se matou”
E eu digo, “Sem chance”
Você não ama essas garotas, damas, bebês?
Velhas chatas que dizem, “Como ela era bela...
Por que, por que, por que, por que ela caiu
Nessa velha e profunda ravina”?

Vamos lá, tranças, garota e todos os marinheiros
Peguem suas bolsas e se curvem...
Você não irão se curvar?!
Curvar...
Pois Ed está atento ao meu menor ruído,
Eu disse...
Eles estão atentos ao menor ruído que eu faça

A doninha guincha mais rápido que uma semana de sete dias
Eu disse, Timmy, e esse Macaco roxo
Estão em prantos
Na casa de Bobby,
Tornando-se inoportunos, medrosos e bufões
E meus traidores da natureza...

E eu ando pensando,
Ando pensando em Marianne

Ei, ela podia ultrapassar até a mais rápida lesma!
Ela podia...

E eu ando pensando em Marianne,
A garota mais rápida numa frigideira...
Eu ando pensando em
Marianne

Caught a Lite Sneeze (Tive Um Fraco Resfriado)

Tive um fraco resfriado
Foi só uma brisa leve
Ganhei um pouco de peso,
A semente-relâmpago
Garotos a minha esquerda
Garotos a minha direita
Garotos no meio,
E você não está aqui
Preciso de um bom empréstimo,
Vindo da zona feminina

Construindo...
Desmoronando
Não sabia que nosso amor era tão pequeno,
Ele não pôde se sustentar...
Senhor São João, traga seu filho

A espiral está quente,
E minhas células não conseguem se alimentar
E você ainda está com essa Belle arrastando sua borra, sim
Estou a escondendo bem, Irmã Ernestine
Mas essa Belle continua arrastando minha borra

Construindo...
Desmoronando
Não sabia que nosso amor era tão pequeno,
Ele não pôde se sustentar...
Senhor São João, traga seu filho

Bem a tempo, você chega cada vez mais perto...
Chamou meu nome, mesmo não havendo razão
Para se usar dessa fama
Alugue sua mulher e seus filhos, agora
Talvez ela vá...
Talvez ela vá!

Tive um fraco resfriado
Sonhei um sonho barato
Construí minha própria e útil
Máquina de odiar
Garotos a minha esquerda
Garotos a minha direita
Garotos no meio,
E você não está aqui
Garotos em seus próprios vestidos
E você não está aqui
Preciso de um bom empréstimo,
Vindo da zona feminina

Construindo...
Desmoronando
Não sabia que nosso amor era tão pequeno,
Ele não pôde se sustentar...
Senhor São João, traga seu filho

Por Hernando Neto.

Tradução: Boys For Pele


But you've never seen Fire,
Until you’ve seen Pele blow


Tori já disse uma vez ser mais dada ao fogo, e é justo no Boys For Pele (1996) que isso está mais evidente. O tema básico do álbum é o sacrifício das ilusões, metaforizadas na forma dos garotos que, oferecidos à Deusa havaiana do fogo, eram jogados nos vulcões. Mrs Amos havia terminado um longo relacionamento de forma nada simpática, e, como sempre, voltou-se à música para exorcizar a presença desse que então era “o amor de sua vida”. Junte a perigosa fórmula da “mulher magoada E emputecida” às farpas religiosas e ao reconhecimento de sua própria fraqueza, e voilá, temos um estrondoso grito em nome da libertação do espírito.
Apesar de alguns críticos terem taxado o Pele como hermético demais (em parte, não estão errados), este é um dos álbuns mais queridos pelos fãs, com seus momentos de raiva (o cravo em Blood Roses e Caught a Lite Sneeze), ou de melancólica beleza (Horses e Putting The Damage On). Como as letras são difíceis, tivemos dúvidas durante a tradução, o que me leva a pedir outra vez: qualquer comentário que ajude a melhorar a compreensão do trabalho, por favor, teça.
Comecemos a dança...

Por Hernando Neto.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010