sexta-feira, 11 de agosto de 2017

[Tradução] Letra oficial de Up The Creek

Olá, toriphiles!
Desde quarta à noite a canção Up The Creek circula entre os fãs, e hoje (11/08) finalmente foi lançada em todas as plataformas digitais. Traduzi-la deu um pouco de trabalho por ser uma canção com expressões idiomáticas; fiz o possível para adaptá-la à nossa realidade, no entanto vale a pena ler as notas inclusas. Além de explicar alguns versos, há nelas referências históricas que ambientam ainda melhor a temática. Finalmente, para ouvi-la no Spotify, clique AQUI. Ao fim da publicação está incluído o link do Youtube.

Up The Creek (Corredeira Acima*)
[Leia a original AQUI]

Se o vento estiver a nosso favor**
Se o vento estiver a nosso favor
Temos chance de sobreviver
Caso a Milícia da Mente
Arme-se contra os daltônicos do climaª

Irmã do Deserto
(Venho invadir)
Irmã do Deserto
(Para lhe evadir)

Entendimento incutido nos ossos de Gaia
Entendimento incutido nos ossos de Gaia
Cânion de granito, redes de rocha
Sua alma imaculada
Não será possuída ou apropriada

Acabada
Quando a esperança estiver quase acabada
Você sabe, é hora de nos mantermos
Firmes —
Cada garota em cada banda
Cada caubói cósmico desta nação
À Terra, você demonstrará compaixão?

Se o vento estiver a nosso favor
Temos chance de sobreviver
Caso a Milícia da Mente
Arme-se contra os daltônicos do clima

Irmã do Deserto
(Venho invadir)
Irmã do Deserto
(Para lhe evadir)

Se o vento estiver a nosso favor

* A expressão "Up The Creek (Without a Paddle)" é usada para indicar que se está numa posição difícil. Para incorporar o elemento natural, já que a palavra "Creek" significa "Afluente", decidiu-se por traduzir como postado. Outro ponto interessante é que Creek denomina uma nação de indígenas norteamericanos, da qual falamos na nota seguinte.
** "Good Lord willin' and the Creek Don't Rise" é um ditado cotidiano que foi aqui traduzido em seu sentido comum. A expressão no entanto tem origem histórica: o agente norteamericano ligado aos povos indígenas do sudeste, Benjamin Hawkins, recebeu uma carta do então presidente Thomas Jefferson, solicitando que voltasse imediatamente a Washington DC para discutir a situação daqueles povos. Episódios violentos haviam ocorrido entre os posseiros brancos (Crackers) e os Creek, que ocupavam a área. O governo federal pressionava a Confederação Creek a ceder parte de suas terras, para evitar novos conflitos com os posseiros que tentavam invadi-las. Hawkins o respondeu dizendo: "Good Lord willing and the Creek don't rise (se for a vontade de Deus e os Creek não insurgirem)", querendo dizer que voltaria a Washington caso os Creek deixassem (fonte: People Of One Fire ~ Indicado por Karl Lund, do grupo Tori Amos & Fans). Um fato curioso é que recentemente nos EUA a tribo Standing Rock Sioux passou por situação parecida, uma vez que o governo queria construir um oleoduto nas terras deste povo.
ª Decidimos traduzir "Climate Blind" como "Daltônicos do Clima", e não "Cegos do Clima", pois desconfiamos que Tori fez um trocadilho com o termo "Colorblind", usado para designar daltônicos em inglês.