sábado, 10 de novembro de 2012

[Traduções] Y Kant Tori Read

Nós do toribr não tínhamos intenção de fazer traduções para o Y Kant Tori Read; foi quando uma fã perguntou se havia esse interesse, e pensei: well, why not (and stop for a coffee, rs)? O melhor de ter traduzido as letras foi perceber o potencial do disco, com versos verdadeiramente inspirados que acabam despercebidos por muitos pela sonoridade oitentista e exagerada do álbum. Dá até para sonhar com um YKTR reeditado e mais orgânico... Se bem que quem gosta dele sempre diz que é melhor não mexer em nada, já é muito bom com todo aquele hairspray que sai dos fones hahahaha

Enjoy it!




THE BIG PICTURE*

Alguém quebrou minha janela,
Entrou em meu carro novo noite passada
Peguei meu namorado olhando
Para outro esbelto par de coxas...

Tenho de fazer mais dinheiro
Tenho, tenho de chegar lá!
Antes de todo mundo, sim
Vou jogá-los da escada
Se eles sequer parecerem
Ter uma chance

“The Big Picture”
Uma nuvem grande e branca
“The Big Picture”
Está me encarando
Me encarando

Ooh, Ooh, sim! Ooh, Ooh, sim!
O todo...

Por que me sinto com tanto medo
De que alguém venha e tome o que é meu?
Baby, é só um aluguel
Ninguém é de fato dono da mercadoria

E afinal, o que quero de verdade?
Isso se perdeu em algum lugar,
Aqui dentro
Minha mãe está no meu caso
E eu a disse, “É minha vida”
Bem, ela acabou morrendo

“The Big Picture”
Uma nuvem grande e branca
“The Big Picture”
Está me encarando
Me encarando
“The Big Picture”
Numa grande parece vazia, ei...
“The Big Picture”
Está me encarando
Me encarando

Ooh, Ooh, sim! Ooh, Ooh, sim!
Ooh, Ooh, sim! Ooh, Ooh, sim!

Quando eu conseguir ver,
Tentarei outra vez
Eu tenho minha pinturas
The Big Picture,
The Big Picture...
Ei!

* Preferi manter a expressão “The Big Picture” sem tradução porque ela é típica dos EUA e tem mais sentido se não for traduzida. “To see the big picture” é ter uma noção de totalidade, a exemplo de ver uma construção e invés de se apegar a pequenos detalhes dela, vislumbrar o resultado final e completo. É ter uma visão ampla e clara do que se quer, e na música parece ir de encontro à ideia de compreensão plena sobre algo (talvez a carreira da própria Tori, ou sua vida como um todo mesmo).


COOL ON YOUR ISLAND*

Se não me tratar melhor,
Baby, eu irei embora
Baby, não sei o que lhe leva
A se envolver nesses jogos imbecis

Ei, olha só,
Sou muito mais forte do que pensa
E às vezes não tenho medo
De demonstrar isso

Quando você se dará conta
De que lhe quero mais intensamente do que o sol e as estrelas?
Mas não posso aguentar mais que isso...
A calmaria em sua ilha

É seguro em sua ilha?

Ei, estou com um vestido novo em folha, querido
Será que isso faria você querer tentar?
Acho que não quis perceber
As estrelas ausentes de seu olhar

Olha só, baby
Sou muito mais forte do que pensa
E às vezes não tenho medo
De demonstrar isso

Quando você se dará conta
De que lhe quero mais intensamente do que o sol e as estrelas?
Mas não posso aguentar mais que isso...
A calmaria em sua ilha

É seguro em sua ilha?

Ei!
Nós podemos comprar um avião
Construir nosso lar sobre a areia
Você me diria seus segredos,
E eu os entenderia
Mas então, pela manhã,
Tudo começa a desmoronar
E vejo você partindo...

Espere
Quando você se dará conta
De que lhe quero mais intensamente do que o sol e as estrelas?
Mas não posso aguentar mais que isso...
A calmaria em sua ilha

Você é tão seguro de si, baby

Quando você se dará conta
De que lhe quero mais intensamente do que o sol e as estrelas?
Mas não posso aguentar mais que isso...
A calmaria em sua ilha
Você é tão seguro em sua ilha
É seguro em sua ilha?
É seguro, baby?
Sim...

Se não me tratar melhor,
Baby, eu irei embora
Seguro em sua ilha, sim
Se não me tratar melhor,
Então um dia você acordará com frio...
E aí saberá...
Você saberá
Que me ama

* Traduzir a palavra “Cool” nessa música deu um certo trabalho, mas com a ajuda de outros toriphiles, creio que o resultado esteja bem adequado. “Seguro” aqui é no sentido de ser autoconfiante, mas a ponto de se tornar um pouco frio e arrogante (Obrigado Victor Hugo, Lucas Vosch, Felipe Colmenero e Hamilton Guilherme).


FAYTH

Dê certo na cidade
Faça o que puder
Acene para o cara
Com a arma em sua mão
Ei!

Garotas “Pirulito”
Enchem as ruas
Ficam em fila para entrar
Em sua limousine

Você levou meu amor
Você levou meu dinheiro
Você levou o meu sexo!
Levou meu amor
Levou meu dinheiro...
Me dê


Ajude-me a me manter inteira,
Com um pouco mais de fé
Com um pouco mais de fé, sim
Eu podia manter nosso amor vivo
Com um pouco mais de fé...
Eu podia acordar e encarar o dia

Como manter o romance vivo
Quando uma daminha francesa
Vive no andar de baixo?

O rádio explode
Enquanto o bebê chora!
Corro para o dragão
Que conduz a minha vida

Você levou meu amor
Você levou meu dinheiro
Você levou o meu sexo!
Levou meu amor
Levou meu dinheiro...
Me dê


Ajude-me a me manter inteira
Com um pouco mais de fé
Com um pouco mais de fé, sim
Eu podia manter nosso amor vivo
Com um pouco mais de fé...
Eu podia acordar e encarar o dia

Eu podia acordar e encarar o dia!
Talvez até começar de novo!
Por que tenho medo de mudanças?
Talvez Fayth* possa entender
Querido, lembro-me bem da vez
Em que eu segurava violetas em minhas mãos
O amor pode esmagar quando segurado com avidez
(mas) Nós podemos fazê-lo vivo novamente
Com um pouco mais de


* Fayth é um nome próprio do inglês, e mesmo sendo uma referência direta à palavra “Fé”, no trecho não traduzido encaixa-se melhor deixá-lo como o nome de alguma personagem mesmo.


FIRE ON THE SIDE*

Pôr-do-sol púrpura
Lua laranja
Estou sozinha de novo,
Sem você
Eu sabia que alguém tinha de perder

Um beijo de adeus,
Volte para a vida isolada
Que você leva com ela
As cinzas se espalham
Nesse céu de ventania
Leve meu coração
Quando estiver indo embora

Baby, machuca
Baby, machuca
Baby, machuca
Ser a sua estepe
Prove das minhas lágrimas
Sinta como elas queimam...
Baby, machuca ser
A sua estepe

Pôr-do-sol púrpura
Lua laranja
Como a música pode tocar
Quando a única banda/anel
É feito de ouroª?

Em torno de sua mão,
Que eu costumava segurar
Sobre meu peito, toda noite
Mas ainda posso ter esperança
De que um dia você veja
Que eu sou sua casa

Baby, machuca
Baby, machuca
Baby, machuca
Ser a sua estepe
Prove das minhas lágrimas
Sinta como elas queimam...
Baby, machuca ser
A sua estepe

Um beijo de adeus
Volte para a vida isolada
Que você leva com ela
Leve meu coração
Quando estiver indo embora

Baby, machuca
Baby, machuca
Baby, machuca
Ser a sua estepe
Prove das minhas lágrimas
Sinta como elas queimam...
Baby, machuca ser
A sua estepe

* Enquanto traduzia a música, descobri que “on the side” tem a ver com ser um amante. Um exemplo: “I’m the woman on the side” significa “eu sou a amante”. Na tentativa de encontrar uma expressão melhor pra usar na música, discuti com uns amigos até que cheguei na expressão “sua estepe” por intermédio de Fernando Fico. Obrigado a ele e a todos que me ajudaram ^^
ª O versos originais dessa música são “how can the music play when the only band is made with gold?” - “band of gold” é traduzido também como “anel de ouro”, uma referência às alianças de compromisso. Daí o trocadilho, que não existe no português, mas coube bem na música.


PIRATAS

Viajei para longe
De minha casa
Ruas estrangeiras,
Pavimento de pedra
No mais fundo dos meus sonhos,
“Moroccan Sand”*
E agora navego com meu navio
Em terra seca

Há uma luz
Brilhando na fronteira
Piratas, sim!
Piratas
E na noite escura,
Quando você se sente só
E o mundo não consegue
Lhe entender...
Piratas, sim!
Piratas

Roube a joia,
Agora a veja quebrando
Isto corta com um olho,
Não posso escapar
O rubi cura
Sozinha eu fico
Quando navego com meu navio
Em terra seca

Há uma luz
Brilhando na fronteira
E baby, um dia
Nós estaremos lá
Piratas, sim!
Piratas
E na noite escura,
Quando você se sente só,
E o mundo não consegue
Lhe entender...
Piratas, sim!
Piratas

Há uma luz
Brilhando na fronteira
Piratas, sim!
Piratas
Há uma luz
Brilhando na fronteira...

* Moroccan Sand, ou “Areia Marroquina” (tradução literal), parece ser um tipo de azulejo. Aqui um catálogo deles: LINK


CIDADE FLUTUANTE

Você me deixou
Por que foi embora?
Sabe que acreditei em você...
Nada pôde explicar
Para onde foram as respostas?
Só sei que preciso de você

Diga-me,
Sua cidade é pavimentada com ouro?
Lá tem fome?
Seu povo envelhece?
Seus governantes tem segredos
Que ele mesmos trataram de vender?

A cada noite, eu espero
Leve-me daqui
Para sua Cidade Flutuante
Em minha janela, à noite
Eu vejo as luzes
De sua Cidade Flutuante
Eu quero brincar
Em sua Cidade Flutuante, sim
Cidade Flutuante, sim...

A TV apaga
Cada um de nós que disse
Ter visto você
Diga-me, somos o único planeta
Que não soube lhe compreender?

Seremos como a Atlantis de tempos atrás?
Tão certos de sermos avançados
Com o que já conhecemos,
Que nosso Espírito nunca teve tempo
Para crescer?

A cada noite, eu espero
Leve-me daqui
Para sua Cidade Flutuante
Em minha janela, à noite
Eu vejo as luzes
De sua Cidade Flutuante
Eu quero brincar
Em sua Cidade Flutuante, sim
Cidade Flutuante, sim...

É uma fraqueza procurar por Salvadores no Espaço?
A pequena Terra tenta duramente mudar nossos modos
Às vezes ela deve ficar cheia deste lugar...

A cada noite, eu espero
Leve-me daqui
Para sua Cidade Flutuante
Em minha janela, à noite
Eu vejo as luzes
De sua Cidade Flutuante
Eu quero brincar
Em sua Cidade Flutuante, sim
Cidade Flutuante, sim...


HEART ATTACK AT 23

Não sei por que eu fiz isso
Peguei as chaves do carro de meu irmão
Por que eu deveria aparecer por aqui
Outra vez?
Ei!
Só para pôr meus pés no chão, sim


Sereias me acordam,
Acordam-me com seu canto
As coisas que fazemos por atenção...
Só uma pequeno lembrete, querido:
Eu ainda estou viva
Hum!

Tão confusa,
Quase joguei tudo para o alto por você
Bem, você me levou ao mais alto
E então me deixou cair ao mais baixo
Que já pude chegar

Se eu tiver um ataque cardíaco aos 23
Estou amando você demais
Se eu tiver um ataque cardíaco aos 23
Acene tchau-tchau
Você sentirá minha falta
Sentirá minha falta, baby
Se eu tiver um ataque cardíaco aos 23

Todas, todas as minhas amigas!
Nós gastamos muito amor com nossos homens
Por que eu não posso perdoar
Enquanto ele está por aí,
De safadeza com sua linda Argentina?
Cha!
Cha!
Owwwww!

Se eu tiver um ataque cardíaco aos 23
Estou amando você demais
Se eu tiver um ataque cardíaco aos 23
Acene tchau-tchau
Você sentirá minha falta
Sentirá minha falta, baby
Se eu tiver um ataque cardíaco aos 23

Se fosse pelos meus sonhos
Estaríamos juntos,
Numa terra de fitas escarlates
Unindo você a mim, querido

Mas você sabe que eu nunca estou satisfeita
Com todas as coisas boas em minha vida, sim
Pensei que precisasse de sua força...
Ainda sentirei sua falta quando eu for embora
(Rolando, Rolando, Rolando, Rolando...)

Se eu tiver um ataque cardíaco aos 23
Estou amando você demais
Se eu tiver um ataque cardíaco aos 23
Acene tchau-tchau, baby

Se eu tiver um ataque cardíaco aos 23
Se eu tiver um ataque cardíaco aos 23, baby
Se eu tiver um ataque cardíaco, baby
Estou amando, amando você demais, sim

Eu, você sentirá minha falta, baby
Sentirá minha falta quando for embora
Acene tchau-tchau, baby
Acene tchau-tchau, baby
Estou amando, amando você demais!
Demais, baby
Demais


ON THE BOUNDARY

Você disse querer um chão mais seguro
Mas depois o peguei dentro de um rio
Estava lá para salvá-lo, garoto
Mas você preferiu se afogar...

Você disse que estava infeliz,
Mas tudo bem
Melhor isso do que não saber
O que me aguardava do outro lado

E você bem sabe
Que eu sempre estive lá por você
E você sabe que eu sempre tive fé em você

Acho que não foi o bastante

No limite,
No limite, baby
No limite
Você não precisa de meu amor?
Você não vai nem me deixar
Impedir a sua queda?
Do limite que divide nosso amor...

Eu lhe dei um reino
Onde você poderia ser um Lorde
E nós dois sabemos que você amava
O sabor do meu mundo
Mas aí você correu de volta para seu canto,
Onde passeia sobre suas linhas...
Olhe para a esquerda, depois para a direita
Não há onde se esconder

No limite,
No limite, baby
No limite
Você não precisa de meu amor?
Você não vai nem me deixar
Impedir a sua queda?
Do limite que divide nosso amor...

Eu acho que não foi o bastante
Acho que eu não fui o bastante!

No limite,
No limite, baby
No limite
Você não precisa de meu amor?
Você não vai nem me deixar
Impedir a sua queda?
Do limite que divide nosso amor


YOU GO TO MY HEAD

Docinho, olá...
Faça de mim uma escrava
Eu deveria ter mais controle
Pombinho, olá!
Você tomou total vantagem
De minha janela aberta

Quando o frio da noite já foi mandado para longe,
Tudo o que mais quero é acordar em seus braços
E eu sei que não deveria deixá-lo ficar,
Mas eu sinto luxúria por seu amor...

Você vai direto à minha mente
Você vai direto à minha mente
Você vai direto à minha mente
E sabe que não consigo dizer não
A você e seu amigo...

Você chama: oh não...
(Você sabe que o deseja)
Garoto, seu coração balança com o vento,
De rosa em rosa...
Abelha, volte para casa
(Por favor, fique)
Volte para esse ninho quente
Que você abandonou minutos atrás

Sim, entendo que você está me dando seu tempo
Mas você não percebe que lhe dei meu coração?
Toda essa luz em seus olhos veio do vinho...
Eu sinto mesmo luxúria por seu amor

Você vai direto à minha mente
Você vai direto à minha mente
Você vai direto à minha mente
E sabe que não consigo dizer não
A você e seu amigo, sim!

Ei, eu sinto luxúria, baby
Por seu amor, sim
Você vai direto à minha mente, c’mon!
Você vai direto à minha mente
Você vai direto à minha mente
E sabe que jamais,
Jamais lhe direi não

Você vai, vai direto à minha mente
Você vai direto à minha mente
Você vai direto à minha mente
Ei, quando você chega aqui,
Vá, vá, baby
Quando você vai lá,
Eu, lá embaixo...
O frio é mandado para longe
Vai para noite,
Mandado para longe
Vai para noite,
Mandado para longe
Sim...


ETIENNE

Talvez eu seja uma feiticeira
Perdida no tempo
Correndo pelos campos da Escócia,
A seu lado

Expulsa da França,
Mas ainda mantendo minha fé
Levada a uma terra
Distante e além-mar

Etienne
Etienne
Ouça o Vento do Oeste
Suspirar meu nome
Etienne
Etienne
Pela manhã
Talvez me recorde
De quem sou

Talvez você seja um cavalheiro
Que salvou minha vida
Talvez tenhamos encarado o fogo juntos,
Lado a lado

E aqui estamos nós, outra vez
Debaixo do mesmo céu
Enquanto a Bola de Cristal
Morre, lentamente

Oh, Etienne
Etienne
Ouça o Vento do Oeste
Suspirar meu nome
Etienne
Etienne
Pela manhã
Talvez nos recordemos
De quem sou

Fecho meus olhos,
Vejo você de novo
Sei que já lhe tive em meus braços,
Mas não lembro onde ou quando...

Oh, Etienne
Etienne
Ouça o Vento do Oeste
Suspirar meu nome
Etienne
Etienne
Pela manhã
Talvez nos recordemos
De quem sou

Talvez eu seja uma feiticeira...
Etienne
Suspire meu nome,
Suspire meu nome...

Etienne


2 comentários:

Mônica disse...

Adorei as traduções! Concordo em não mexer em nada, o teclado oitentista e dá um charme ao álbum! Aquele som do vento entrando pelos encanamentos de Floating City e os "nativos" de Pirates são impagáveis. Parabéns!

Hernando Neto disse...

Obrigado pela visita, Mônica :D