sexta-feira, 31 de agosto de 2012

[Tradução] Spindle Magazine fala sobre o vídeo de Flavor!

Nota: a imagem que ilustra esta postagem não é a capa do single de Flavor, mas sim uma montagem feita pelo Tori Collectibles.


O Undented publicou em seu facebook uma matéria da Spindle Magazine, na qual se fala sobre o Gold Dust e, em especial, o vídeo de Flavor, dando uma explicação razoável sobre qual seria seu tema. Para ler a matéria completa em inglês, é só clicar AQUI; abaixo traduzimos o trecho que trata especificamente sobre o clipe:

"O primeiro sabor provado do novo disco é o lançamento do vídeo para 'Flavor', que originalmente aparece no álbum de 2009, Abnormally Attracted to Sin. Perguntando-se, 'Com o que se parece esta bola orbital, das franjas da Via Láctea?', Amos busca a resposta em muitas esquinas de Nova Iorque - e esta parece residir no fato de não haver somente uma maneira de interpretar o mundo à sua volta. Os personagem que atravessam seu caminho são uma mistura de gêneros, idade, sexualidade, raça e classes. Atuando como uma espécie de Guia Espiritual, com a habilidade de entrar e sair das vidas de diversos seres humanos, Amos acaba por vestir uma variedade encantadora de trajes (sim, pessoal, também somos uma revista de moda afinal); um combo incrível de casaco de couro preto com meia-calça cheia de detalhes; um blazer brilhante num tom vermelho escuro; uma longa toga bege, de gola alta e acompanhada de capa própria; um maxi-vestido preto e vermelho no melhor estilo "Abigail's Party encontra Helena de Tróia"; e a versão de Amos para a ideia de "motociclista chique", com uma jaqueta preta e leggins de couro."

Se você ainda não viu ou quer rever Flavor, aqui está mais uma vez.

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Resumo: Novidades do Gold Dust!

O dia de hoje rendeu algumas novidades acerca do próximo lançamento de Tori, e estão todas elas, resumidas nessa postagem:

1 - Vazou o áudio de Flavor na internet! Dá para ouvi-lo no Facebook do Tori Amos Japan, clicando AQUI;

2 - Como quem ouviu já reparou, Tori usou vocais duplicados no refrão da nova versão de Flavor. E boatos dão conta de que pelo menos em mais duas músicas eles estarão presentes, Jackie's Strenght e Yes Anastasia. Esta última também teve outro detalhe revelado: ela começa a partir do verso "thought I've been through this", como normalmente Amos apresenta a canção ao vivo;

3 - No sempre atualizado tumblr EarWithFeet, vimos que saíram as informações relativas às durações dos extras no DVD, da edição deluxe. Veja abaixo:


4 - Infelizmente, parece que as únicas datas da Tour orquestral serão as cinco europeias, uma vez que o Undented indica não haver qualquer sinal de uma leg norteamericana, nem ao menos solo. A notícia completa você lê AQUI.

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Detalhes sobre o vídeo de "Flavor"!


Danielle Levitt, a diretora para o videoclipe da canção Flavor, divulgou em seu tumblr detalhes sobre o projeto comum, alguns dos quais nos fazem lembrar daquelas fotos amadoras das gravações, vazadas há algumas semanas. O relato traduzido aqui:

"Fãs de Tori Amos, preparem-se!!!! Confiram uma pequena prévia da premiere de meu vídeo para a canção Flavor, da cantora. Nos divertimos muito no set com Tori e sua equipe. Passamos 2 dias correndo por NYC, do Brooklyn a Chinatown, passando pela West Village, Washington Square Park... Tendo todo tipo de aventuras com skaters, mulheres de coral gospel do Harlem, drag queens, dançarinos de break, motociclistas sexies, clubbers, um transcendentalista e duas garotinhas adoráveis, para fazer deste o vídeo mais épico já centrado em Nova York!!!!!!!"

A diretora também postou algumas matérias que saíram em blogs e sites jornalísticos sobre o disco. Para acessá-las, é só clicar no link "seu tumblr" do início do texto!

Fonte: Twitter do Tori Amos Japan (@ToriAmosJp)

Feliz Aniversário, Tori!

Nota: Decidi fazer desse um relato pessoal, espero que se identifiquem ^^


Toda vez que tenho de falar sobre Tori Amos, acabo lembrando de uma noite em que ouvia o Little Earthquakes no quarto dos meus avós, e meu avô, ainda vivo, começou a escutar Me And a Gun e comentou, em suas poucas palavras: "que voz linda a dessa moça". Voz linda, a capella, cantando sobre uma das maiores brutalidades que qualquer pessoa pode vivenciar na vida: o abuso sexual. Acho que, desde então, passei a ver Tori como uma espécie de maga, capaz de transformar a mais dura tortura em poesia. Poesia ora brutal, ora onírica, mas sempre confessional e, acima de tudo, comovente. Ela e seu piano me comovem como ninguém.

E assim como na vida de milhões de ears with feet, Amos teve um papel fundamental nos momentos mais duros da minha, seja através da compreensão mútua de nossas dores, ou pelo maravilhoso conforto que suas palavras e melodias trouxeram. "Perdi" uma pessoa muito, mas muito importante há alguns anos, e só eu sei como alguns versos de Bouncing Off Clouds, música que ela lançara na mesma época em que via meu mundo virar de cabeça para baixo, serviam a mim como uma luva:

Well, you can stare all day at the sky
But that won't bring her back,
That won't bring her back
You said you're waiting on fate
But I think fate is now,
I think fate is now waiting on us


"Acho que agora é o destino que nos espera". E assim fui, buscar meu destino, entre minhas palavras e as dela... Escrevendo, escutando, expurgando de uma forma quase xamânica toda mazela, que ia e vinha, vinha e ia... Foi assim que ela entrou de vez na minha existência, e na de tantos outros que a seguem e admiram: por sua arte, elegância e a capacidade quase insana de nos fazer crer em magia. Sua magia.

Mas o legado deixado por Tori Amos não se resume a esse dito apoio emocional; Conhecê-la a fundo é ter a chance de adentrar num dos universos mais vastos da música popular. Indo desde momentos completamente a sós com seu fiel piano, com incursões bem sucedidas por outros teclas (Cravo, Wurli, Hammond), até arranjos orquestrais viçosos e arrepiantes, Tori sempre soube se reinventar sonicamente, fazendo assim com que os limites para as ditas singer-songwriters fossem levados além, a cada disco lançado.

Até o momento, são 12 de estúdio, mais de 30 ao vivo, além de centenas de bootlegs, substituídos com os anos pelas gravações trocadas entre os fãs através de comunidades e fóruns da internet. Em 2012 ela comemora 20 anos de carreira com seu 13º álbum, uma coletânea de 14 de suas "garotas", agora vestidas em arranjos orquestrais produzidos especialmente para a comemoração. E no dia de hoje, 22/08, Tori completa 49 primaveras, e nós do ToriBr queremos deixar registrado nosso "feliz aniversário", desejando-a como presente (para ela e o fãs também) muitas outras garotas nascendo de seu nobre coração. Parabéns, Mrs Amos!

"You will not ever be forgotten by me
In the precession of the Mighty Stars
Your name is sung and tattooed now on my heart
Here I will carry, carry, carry you... Forever"




sábado, 11 de agosto de 2012

"20 anos de diálogos" - Press Release do Gold Dust.


Um dos melhores fansites sobre Tori, Yessaid, publicou agora há pouco o press release do Gold Dust, acompanhado de duas fotos promocionais e o tracklisting que já conhecemos, porém com as durações de cada faixa. Fizemos a tradução do material, mas se quiser ler o original em inglês e ter acesso às fotos (que já postamos no facebook do blog), clique AQUI.

FAIXAS E DURAÇÃO

01. Flavor 04:08
02. Yes, Anastasia 04:17
03. Jackie's Strength 04:32
04. Cloud On My Tongue 04:23
05. Precious Things 04:44
06. Gold Dust 05:45
07. Star of Wonder 03:46
08. Winter 05:45
09. Flying Dutchman 06:21
10. Programmable Soda 01:27
11. Snow Cherries from France 03:01
12. Marianne 04:08
13. Silent All These Years 04:33
14. Girl Disappearing 04:06


PRESS RELEASE - "20 anos de diálogos"

Como comemorar a carreira de 20 anos de Tori Amos, uma artista que vendeu mais de 12 milhões de álbuns, passou da marca dos 1000 shows apresentados, ganhou numerosos prêmios e, mais importante, tocou, curou e mudou a vida de milhões de fãs? Para uma compositora com tamanha habilidade em se lançar e colher frutos nas mais distintas direções, experimentando e buscando novas maneiras de criar arte (quebrando assim talvez mais barreiras do que qualquer outra cantora-compositora), fica impossível de prever.

No caso de seu 13º álbum, Gold Dust surge de uma série de eventos fortuitos. Este é o segundo álbum da artista lançado pelo selo de Música Clássica, Deutsche Grammophon, em cooperação com Mercury Classics. Logo após começar os trabalhos para seu primeiro álbum junto a eles, o aclamado Night of Hunters, houve uma ligação telefônica da Holanda: Metropole Orchestra a convidara para tocar com eles em outubro de 2010. Uma vez que suas canções foram apresentadas ao vivo em companhia de uma orquestra, ficou claro de que Tori precisava fazer um álbum. “Senti-me extremamente tocada pela orquestra e quis capturar este sentimento numa gravação”, disse ela. Assim, Gold Dust foi concebido.

É certo que a história musical de Tori teve início no mundo clássico, quando ela foi admitida no prestigioso Peabody Institute, aos cinco anos. Frustrada pelas limitações impostas a ela por mentes fechadas do mundo clássico, nos anos 70, ela saiu de lá e passou a se dedicar ao rock quando tinha 13 anos, atraída pelas possibilidades de expressão e crescimento oferecidas por este estilo, com o intuito de expandir sua arquitetura sônica. Agora, ela foi trazida de volta, afim de abordar aquele mundo outra vez. “A Música tem sua maneira de lhe pegar pela mão e dizer: é hora de criar dessa forma”, explica Amos.

Tempos mudaram, e algo se inverteu: agora ela se sente limitada pelo mundo contemporâneo e a eterna mesmice de tudo que se ouve no rádio. “Você não percebe estruturas complexas na música contemporânea, e por isso que músicos estão tentando explorar outras maneiras de construir uma canção”. Mas o treinamento clássico ofereceu à Tori a linguagem, ferramentas e compreensão de forma e estrutura necessárias à criação de Night of Hunters e Gold Dust.

E como ela decidiu quais seriam as canções certas a partir de seu vasto repertório? O track-listing de Gold Dust não funciona como uma coleção de seus Greatest Hits. Mesmo incluindo algumas de suas canções mais queridas - “Precious Things”, “Silent All These Years”, “Winter” - algumas das outras faixas são tesouros menos conhecidos. Ela compara o ato de arranjar canções numa perspectiva orquestral como dar a uma mulher uma “reforma”, considerando quem ela é e qual estilo nela funcionaria. Tori sempre pensou em suas canções como mulheres e garotas independentes, brincando: “você não pode dizer ‘Ah, meu Deus, braceletes estão na moda, então todas ponham braceletes!’ Não é assim que a banda toca”.

Algumas das canções foram drasticamente reinventadas, com o auxílio do responsável pelos arranjos de Tori há anos, John-Philip Shenale. O rock dirigido pelo medo de “Precious Things” e o universo aéreo e eletrônico de “Flavor” surgiram assim numa nova abordagem, uma vez inseridas no ambiente da orquestra sinfônica. Outras canções sofreram mudanças mais sutis, baseadas em tirar, adicionar ou mudar cores específicas das amadas versões originais.

Mas todas foram escolhidas por uma razão. Quase autobiográfico em estrutura, as canções representam histórias na vida de Tori. “Jackie’s Strenght” é sobre o relacionamento com sua mãe. “Winter”, sobre seu pai e avô. “Snow Cherries From France”, uma de suas favoritas, trata de quando se apaixonou por seu marido. Para que elas ressurjam em 2012, Tori decidiu não canta-las da mesma forma que antes, evitando tentar ser a pessoa que era nos respectivos períodos. Quando cantava “Winter”, por exemplo, ela teve em mente a imagem de sua filha e marido buscando e colhendo flocos de neve à sua frente, retrabalhando assim sua experiência paternal.

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Aberta a pré-venda do Gold Dust!

Toriphiles,

fui pego de surpresa mais cedo no twitter, quando o perfil @ToriAmosjp postou o seguinte tweet:


Foi um claro indício de que o novo álbum de Tori já estava em pré-venda nas lojas Amazon em geral, fato este que comprovei logo depois! Enquanto na Amazon USA dá para reservar a versão simples e a deluxe, a loja britânica permite somente a reserva da versão simples. Caso queira conferir os links, estão logo abaixo:

AMAZON US (Standard & Deluxe)

AMAZON UK (only Standard, by now)

Mas é preciso ressaltar dois fatores importantes nessas transações: o valor da compra só será debitado no momento em que o item for enviado; assim, somente em outubro sua reserva será cobrada pelo Amazon. O segundo (e péssimo) fator diz respeito às taxas de importação para o Brasil, visto que agora todo CD/DVD comprado em ambas as Amazon terá seu valor dobrado na hora da compra! No caso do deluxe, que custa 20 dólares, para qualquer endereço no Brasil sairá pelo salgado valor de 73 dólares (somado aí o frete, também duplicado)!

Uma dica é tentar no futuro comprar pelo eBay ou por importadoras nacionais, a exemplo da Livraria Cultura. Esta última, no entanto, costuma ser inviável em custo-benefício, então o melhor mesmo é pesquisar formas de baratear a compra. Uma boa dica é apelar para amigos com endereço nos EUA, uma vez que para lá o custo dobrado não existe ;)

Boa sorte nas compras para todos e todas!

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Novidades sobre a Deluxe Edition de Gold Dust!


For english speakers, please click HERE.

O sempre atento toriphile Bruno Paulino encontrou um site no qual parece estar sendo feita a pré-venda do Gold Dust! O que interessa mesmo é que este site traz novidades sobre o lançamento: a Edição Deluxe virá com um DVD contendo o videoclipe de FLAVOR, uma performance ao vivo de Gold Dust, mais uma gravação mostrando bastidores da produção! Ela também terá o encarte semelhante ao da versão especial do Night of Hunters, com capa dura e 32 páginas!

Para conferir as novidades direto da fonte, clique AQUI!